uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Uma azinheira com quatrocentos anos que é um monumento

Uma azinheira com quatrocentos anos que é um monumento

Edição de 07.12.2010 | Primeiro Plano
É a curiosidade da terra, em Matas, freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias, Ourém. Terá…400 anos? “Não. Tem muitos mais”, defende o proprietário, José Agostinho. Mas 400 anos foi a idade que a Autoridade Florestal Nacional atribuiu à azinheira que tem no seu quintal, quando se interessou por ela, há cerca de uma década, e a classificou como “árvore de interesse público”. O monumento vivo, com a maior projecção de copa da Europa, já serviu de árvore de Natal, refúgio de pássaros e fez sempre parte das brincadeiras das crianças da zona. Chegou a falar-se criar ali um ponto de paragem num circuito a partir do Monumento Natural das Pegadas dos Dinossáurios, próximo da localidade. “Mas a ideia nunca avançou”, comenta o proprietário.Em criança José lembra-se de tentar subir até ao topo, proeza que nunca conseguiu. “Isto engana porque parece fácil de subir, mas não é. Os miúdos começaram a cravar uns pregos na árvore para ajudar a subir, por isso é que vedei o terreno”. O proprietário acabou por ir ao cimo da Azinheira. “Subi com uma escada dos Bombeiros há 3 anos. Tem-se uma vista extraordinária. Foi quando serviu de árvore de Natal”.A árvore, com 14 metros de altura, sempre foi admirada na vizinhança e agora ainda é mais. “Há pessoas que vêm cá filmar, pára muita gente a tirar fotografias e pedem para entrar”, refere. Na memória da família está apenas registado um incidente com a azinheira, por volta de 1945. “Segundo a minha avó, parte da azinheira partiu-se numa noite de ventos fortes”. Desde então tem-se aguentado às tempestades e resistido ao tempo.
Uma azinheira com quatrocentos anos que é um monumento

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...