uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Loja social de Azambuja está pronta para ajudar os mais desfavorecidos

Loja social de Azambuja está pronta para ajudar os mais desfavorecidos

Interessados têm que ser sujeitos a avaliação para detectar as necessidades em causa

Na loja social de Azambuja, a funcionar desde a semana passada nas instalações da Cerci, são entregues a título gratuito bens novos e usados. Os interessados têm que submeter-se a uma avaliação prévia de forma a analisar as dificuldades.

Edição de 07.12.2010 | Sociedade
Uma cadeira de bebé para colocar no carro, um triciclo ou um casaco para o Inverno são apenas alguns dos bens que se podem encontrar na loja social que está a funcionar no Centro de Actividades Ocupacionais da Cerci, na Rua Júlio César Santos (antiga Praceta da Fataça), nº2 loja C, em Azambuja. Os candidatos a estes bens terão de passar em primeiro lugar pelo Centro Local de Acção Social da Azambuja ou pela própria Cerci para uma avaliação de forma a detectar as necessidades em causa. “Já recolhíamos e entregávamos vários bens há cerca de um ano. Tendo em conta que estamos a comemorar o Ano Internacional de Luta contra a Pobreza e a Exclusão Social resolvemos criar este espaço físico”, conta o presidente da Cerci, Carlos Neto. No espaço são entregues a título gratuito bens novos ou usados, recolhidos ou doados por particulares ou entidades públicas ou privadas, a pessoas e famílias em situação de maior vulnerabilidade social. Têxteis e vestuário, acessórios e calçado, equipamento doméstico, como pequenos electrodomésticos, brinquedos e material de puericultura e mobiliário são os bens que disponibilizados pela loja social, embora os de maiores dimensões como mobílias e electrodomésticos estejam no espaço do antigo matadouro de Azambuja. “Envolvemos os utentes da Cerci em todo o processo. Passam a ferro e cosem botões. A ideia é ajudá-los também a adquirir competências”, revela Carlos Neto. A loja social é um projecto que visa potenciar a criação de soluções mais adequadas aos problemas sociais. Pretende ser um complemento à intervenção de carácter social já existente. É uma medida estratégica que tem como objectivo geral colmatar as necessidades imediatas de famílias e indivíduos carenciados, através do fornecimento de bens usados ou novos doados por particulares ou empresas.A loja social, que resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Azambuja e a Cerci - Flor da Vida, tem ainda um pequeno atelier onde alguns utentes da Cerci trabalham em alguns projectos.
Loja social de Azambuja está pronta para ajudar os mais desfavorecidos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...