uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Aston Martin de James Bond é um dos carros mais caros de sempre

Edição de 21.12.2010 | Economia
O mítico Aston Martin DB5 que o actor Sean Connery conduziu no filme “Goldfinger” em 1964, na pele do carismático agente secreto James Bond, é um dos carros mais caros de sempre. Foi vendido esta semana em leilão, a poucos dias do natal por 2,98 milhões de euros. O clássico prateado de volante em madeira e estofos em pele foi a prenda que o coleccionador americano Harry Yeaggy deu a si próprio. O automóvel difere dos restantes modelos da marca britânica por ainda dispor dos apetrechos do filme, como as metralhadoras, o “escudo à prova de bala”, as matrículas falsas e os dispositivos para lançar óleo, pregos e fumo.O coleccionador, em declarações à impresa britânica, garantiu que o automóvel vai ser levado para um museu nos Estados Unidos mas que antes se quer divertir ao volante da máquina pelas ruas de Londres. O DB5 foi também usado na sequela “Operação Relâmpago”, de 1965, com Sean Connery. Foi uma das estrelas em “Casino Royale”, com Daniel Craig, em 2006. O antigo proprietário do Aston Martin era o jornalista norte-americano Jerry Lee, que o comprou em 1969 por 12 mil dólares. Um “normal” modelo DB5 custa hoje entre os 100 e os 200 mil euros. O modelo foi comercializado entre 1963 e 1965, tinha um motor de 4 litros e três carburadores SU que lhe davam 280 cavalos, que lhe permitia andar a uma velocidade máxima de 233 quilómetros por hora, o que era um feito nunca visto para a época.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...