uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Dinheiro prometido pelo Governo só chega a Vila Franca de Xira um ano depois do mau tempo

Dinheiro prometido pelo Governo só chega a Vila Franca de Xira um ano depois do mau tempo

EB1 de A-dos-Loucos vai ficar reparada antes do início do próximo ano lectivo

A vaga de mau tempo que assolou o concelho de Vila Franca de Xira em Janeiro e Fevereiro de 2010 causou prejuízos na casa dos dois milhões de euros. Só um ano depois começam a chegar as verbas para realizar as obras mais urgentes, como o muro de suporte da EB1 de A-dos-Loucos, que ficará pronto antes do início do próximo ano lectivo.

Edição de 21.12.2010 | Sociedade
Os apoios financeiros prometidos pelo Governo para comparticipar uma parte dos custos relacionados com os estragos causados pela vaga de mau tempo que assolou o concelho de Vila Franca de Xira em Janeiro e Fevereiro de 2010 só começam a chegar aos cofres do município a partir de 2011, um ano depois da calamidade.O secretário de Estado da administração local, José Junqueiro e a presidente da Câmara Municipal, Maria da Luz Rosinha, assinaram no dia 17 de Dezembro o contrato-programa para beneficiação de acessibilidades no concelho, no valor de 806 mil euros, dinheiro que chegará a Vila Franca dividido em duas partes: 345 mil euros em 2011 e 460 mil euros em 2012, quase dois anos depois do mau tempo. A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira vai avançar com um milhão de euros do seu bolso para comparticipar algumas obras. De todas, a mais urgente é o muro de suporte da EB1 de A-dos-Loucos, que cedeu com o peso das águas e está a ser suportada por blocos de cimento, colocados “provisoriamente” pela câmara municipal em Janeiro último. A presidente do município, Maria da Luz Rosinha, garante que as obras da escola avançam logo que o tempo melhore, prometendo que as obras ficarão prontas “antes do início do próximo ano lectivo”. A intervenção vai custar quase 167 mil euros. Criticado pelos atrasos que se têm verificado na disponibilização de verbas, não apenas para Vila Franca como também para a zona Oeste, vitimada pelos ventos fortes do último Inverno, que também causaram estragos em Azambuja e Alenquer, o secretário de Estado da administração local, José Junqueiro, negou responsabilidades.“Fizemos tudo com a celeridade possível, viemos de imediato ao terreno e saímos como parceiros para uma solução. A verdade é que quando estas coisas acontecem o que as pessoas precisam é de soluções, não de reclamações”, referiu o governante garantindo que não houve qualquer atraso. “No Oeste tudo está contratualizado, com pagamento na hora e ao ritmo a que vão fazendo as suas obras e apresentando as suas facturas. Em Vila Franca será a mesma coisa. E será o mesmo em Tomar e Ferreira do Zêzere. Temos trabalhado com muita celeridade, muita parceria, muita competência das autarquias e dos serviços. E dispensamos completamente comentários que não têm cabimento”, criticou.No concelho de Vila Franca, recorde-se, os prejuízos chegaram aos dois milhões de euros, sem contar com a derrocada da Estrada de São Marcos na freguesia rural da Calhandriz, cujos custos ainda não foram totalmente contabilizados.“Vamos resolver o problema do muro de suporte da EB1 de A-dos-Loucos, o muro da Estrada Nacional 248-3 junto à Quinta dos Carvalhos e a Estrada Municipal do Farrobo e Santa Sofia, na freguesia de Vila Franca de Xira”, informou Maria da Luz Rosinha.A EB1 de A-dos-Loucos, recorde-se, foi notícia a 14 de Janeiro de 2010 quando o seu principal muro de suporte abriu fendas e criou uma falha. A escola, construída de raiz no Verão de 2008 em cima de um poço, não conseguiu suster a força da água da chuva que se acumulou no local e a autarquia foi obrigada a colocar blocos de cimento com o objectivo de aliviar a pressão exercida sobre o muro. A circulação no local tem estado condicionada desde então, embora as aulas decorram com normalidade.
Dinheiro prometido pelo Governo só chega a Vila Franca de Xira um ano depois do mau tempo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...