uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Falta de segurança preocupa autarcas da freguesia de Vila Franca de Xira

Falta de segurança preocupa autarcas da freguesia de Vila Franca de Xira

Deputados dizem que os agentes da PSP não se vêem nas ruas

Os deputados das bancadas mais à esquerda na Assembleia de Freguesia de Vila Franca de Xira mostram-se preocupados com o crescente sentimento de insegurança na freguesia e apelam à PSP para sair à rua.

Edição de 21.12.2010 | Sociedade
A freguesia de Vila Franca de Xira tem “poucos polícias na rua” e está “insegura”, segundo os deputados da CDU e do PS na assembleia de freguesia, que manifestaram preocupações relativas à segurança na última sessão pública daquele órgão, realizada no sábado, 18 de Dezembro, no Grupo Desportivo e Cultural da Loja Nova.Os deputados mostram-se preocupados com a situação e apontam o dedo aos agentes que acusam “de não sair do quartel”. Mesmo quando o fazem, acrescentam os autarcas, é para “multar os automobilistas”. A crítica mais feroz ouviu-se da bancada socialista com Marques da Costa a defender o regresso do comando metropolitano da Polícia de Segurança Pública para a sede do concelho. “A segurança na cidade anda muito mal desde a saída da GNR e do comando da PSP. Os agentes que estão destacados para Vila Franca de Xira não se vêem nas ruas. Uma das últimas vezes que os vi acompanhei-os apenas para ver que só estavam ocupados a multar os condutores que paravam em frente à Caixa Geral de Depósitos. Se só saem à rua para multar mais vale não saírem”, criticou. O autarca defendeu ainda o regresso a Vila Franca do comando metropolitano da PSP, entendendo que o mesmo “foi retirado à cidade sem glória”. Outros autarcas comentaram o facto de, à noite, o cenário “ser bem pior” e ter sido “uma sorte ainda não ter acontecido nada grave”.Também Mário Saldanha, da bancada da CDU, criticou “alguma passividade” dos agentes de segurança, nomeadamente no que diz respeito à rua Miguel Bombarda. “Vive-se um pouco de qualquer maneira, sem controlo do estacionamento e dos carros que ali passam a alta velocidade. Deveria haver mais polícia na rua”, defendeu.A bancada comunista alertou também para as situações de insegurança “que se continuam a verificar no parque urbano de Santa Sofia”, situação que O MIRANTE já deu a conhecer. O presidente da Junta de Freguesia, José Fidalgo, prometeu ficar atento às preocupações apresentadas pelos eleitos. “Quanto à segurança do parque urbano de Santa Sofia poderemos tentar avançar com uma nova proposta, mais concreta, sobre a questão da segurança”, disse. A PSP refere que tem mantido as acções de fiscalização e sensibilização nas ruas da cidade e acrescenta que as críticas dos deputados não correspondem à verdade. “Não temos aumentado nem diminuído as acções. No que diz respeito às multas é a mesma coisa. O que pontualmente fazemos é reforçar a fiscalização e o cumprimento do código da estrada em determinadas artérias no seguimento de queixas de moradores”, esclarece.Em Dezembro de 2009, recorde-se, no seguimento de vários actos de vandalismo e assaltos a lojas no Bom Retiro – a poucos metros do parque urbano – a Polícia de Segurança Pública realizou um inquérito junto dos moradores sobre o sentimento de segurança. Mais de metade dos moradores (63 por cento) afirmou ter preocupações com, pelo menos, uma situação. Na lista está o receio da delinquência juvenil, o medo de ser assaltado ou violentado com armas, o furto de automóveis e a falta de segurança nas escolas. Ainda assim 84,5 por cento dos moradores disse nunca ter sido vítima de crime e outros 70 por cento afirmaram sentir-se “seguros” na zona. O inquérito foi feito a 160 moradores, com idades entre os 50 e os 60 anos.
Falta de segurança preocupa autarcas da freguesia de Vila Franca de Xira

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...