uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Politécnico de Santarém apresenta plataforma de ensino à distância

Politécnico de Santarém apresenta plataforma de ensino à distância

Projecto já envolve várias instituições do ensino superior portuguesas e estrangeiras
Edição de 21.12.2010 | Sociedade
O Instituto Politécnico de Santarém (IPS) apresentou uma plataforma para ensino à distância que tem vindo a desenvolver internamente desde Setembro e que quer disponibilizar a outras instituições de ensino superior.Maria Barbas, responsável pelo mestrado de Educação e Comunicação Multimédia da Escola Superior de Educação de Santarém (ESES) e coordenadora do projecto, diz que a plataforma conta já com “um leque muito alargado de colaborações”, envolvendo instituições do ensino superior portuguesas e estrangeiras.O projecto, designado "e_raízes_redes", visa a estruturação de cursos à distância, dando a oportunidade a qualquer cidadão de aceder ao saber e criando “comunidades inclusivas”, envolvendo estudantes, professores, especialistas convidados, empresários, professores aposentados e voluntários.Maria Barbas tem vindo a passar do papel para o ecrã as matérias que lecciona no mestrado de Educação e Comunicação Multimédia, uma experiência que tem contado com a participação de especialistas que, voluntariamente, proferem videoconferências temáticas.“Por exemplo, disponibilizo os conteúdos ao domingo à noite e os estudantes têm uma ou duas semanas para construírem documentos com base no que lhes é pedido”, disse, referindo que tem contado, às segundas-feiras, com videoconferências de especialistas de outras instituições de ensino superior, que, voluntariamente, fazem abordagens temáticas.Entre elas, referiu as colaborações de Maria Emília Marques, da Universidade Aberta, e Paulo Dias, da Universidade do Minho, ambos avaliadores externos do projecto, Teresa Costa, da Fundação para a Computação Científica Nacional, Jorge Martins, da Universidade de Sheffield, Gabriel Ureña, da Universidade do México. A ESES está a preparar protocolos a celebrar com universidades do Chile e do México para “internacionalizar” a plataforma, adiantou.Além do sítio na Internet, o "e_raízes_redes" está igualmente presente nas várias redes sociais. A plataforma tem por símbolo um sobreiro em que se entronca uma árvore da ilha criada pela ESES no Second Life, simbolizando a “partida da terra para o espaço digital”, disse.
Politécnico de Santarém apresenta plataforma de ensino à distância

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...