uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Custos da novela rodada em Coruche motivam troca de acusações políticas

Custos da novela rodada em Coruche motivam troca de acusações políticas

A CDU calcula que já foram gastos mais de 200 mil euros pela Câmara de Coruche no apoio à rodagem de “Espírito Indomável”

Presidente da câmara, Dionísio Mendes (PS), diz que verbas gastas estão muito longe daqueles montantes.

Edição de 28.12.2010 | Política
As viaturas ao serviço da Plural, produtora de televisão que tem rodado em Coruche a novela da TVI “Espírito Indomável”, têm sido abastecidas de combustível nas instalações da autarquia na Zona Industrial do Monte da Barca desde 30 de Julho deste ano. A informação foi dada pelo presidente da Câmara de Coruche na reunião do executivo de dia 22 de Dezembro, após o vereador da CDU, Rodrigo Catarino, ter questionado em anterior reunião sobre se essa situação era verdadeira.Dionísio Mendes (PS) esclareceu que, de acordo com o contrato assinado entre a Plural e a Câmara de Coruche, a autarquia se responsabilizou pagar os gratificados à GNR durante as gravações na via pública. Desde que esses gratificados deixaram de ser pagos, a autarquia permitiu à produtora que abastecesse as suas viaturas como contrapartida. “O pagamento de gratificados à GNR decorreu entre 24 de Março e 30 de Julho de 2010 com um custo total de 3.143,48 euros. Como compensação pelo facto de esse encargo previsto no contrato ter acabado apoiamos a empresa nos gastos com deslocações”, explicou o autarca, lembrando que a somar-se a esse encargo há 65 refeições diárias a pagar à equipa de produção e um contrato de publicidade realizado com a empresa na ordem dos 31 mil euros.Rodrigo Catarino ouviu a explicação mas pediu mais esclarecimentos sobre a matéria, pedindo dados sobre se a câmara determinou tectos semanais ou mensais sobre os gastos máximos que a empresa possa fazer em combustível. Dionísio Mendes comprometeu-se a dar essas informações em próxima reunião do executivo. Os gastos que a autarquia tem dispendido com a produção da novela “Espírito Indomável” no concelho têm sido alvo de várias críticas por parte da CDU, que na assembleia municipal e no executivo já calculou em mais de 200 mil euros todos os apoios dados. “Os coruchenses têm o direito de saber onde são aplicados os recursos”, afirmou na assembleia municipal Armando Rodrigues. Um valor que Dionísio Mendes desmente por completo tendo em conta as informações que deu. Para o autarca, o retorno de visibilidade de concelho a nível nacional através da novela é muito mais importante que os custos associados.
Custos da novela rodada em Coruche motivam troca de acusações políticas

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...