uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Sport Lisboa e Cartaxo garantiu permanência na Terceira Divisão Nacional

Sete meses de atraso no recebimento de subsídios não desmotivou os jogadores

A equipa de seniores do Sport Lisboa e Cartaxo venceu 2-1 a sua congénere do Grupo Desportivo Alcochetense e garantiu a manutenção no Campeonato Nacional da Terceira Divisão. Os sete meses de atraso no recebimento dos subsídios não desmotivou o grupo de trabalho, que sabia que só a vitória neste jogo, realizado no dia 27 de Maio, lhes garantia a continuação no nacional.

Edição de 30.05.2012 | Desporto
O ambiente antes do jogo era pesado, uma das equipas ia descer aos distritais. Ao Alcochetense bastava o empate. À equipa da casa só a vitória garantia a manutenção. De Alcochete vieram algumas dezenas de pessoas para apoiar a sua equipa. Os cartaxenses também estiveram em maior número do que o habitual e não se cansaram de puxar pelos seus jogadores.Começou melhor a equipa do Cartaxo que foi empurrando a equipa de Alcochete para perto da sua área, mas por duas vezes os seus avançados falharam boas oportunidades para marcar. E aos 26 minutos numa rápida jogada de contra ataque Peter marcou para o Alcochetense.Em vantagem a equipa de Alcochete ainda se refugiou mais na defensiva. Mas os cartaxenses não acusaram o golpe e carregaram ainda mais sobre a área adversária e aos 33 minutos, Marmelo aproveitou um cruzamento da esquerda para marcar o golo do empate. O empate que se registava ao intervalo era lisonjeiro para a equipa alcochetense, penalizava mais a equipa do Cartaxo, principalmente os seus avançados que falharam algumas oportunidades claras de golo.No regresso ao jogo, as características não se alteraram, os jogadores do Cartaxo vieram com a clara vontade de vencer. Pressionaram o seu adversário, criaram oportunidades para marcar, mas a bola teimava em não entrar na baliza defendida por João Felicíssimo. E para piorar as coisas a equipa da casa expunha-se muito ao contra ataque e o guarda redes Tiago Travessa foi obrigado a duas boas intervenções.Até que aos 80 minutos a emoção atingiu o rubro. Numa excelente jogada pela direita Joel venceu a oposição de dois defesas do Alcochetense, centrou para a área, a defesa cortou para o lado direito, onde o recém entrado Serginho voltou a colocar a bola na área, e Joel aparecendo de rompante, rematou forte fora do alcance do guarda redes. A festa entre os jogadores do Cartaxo foi enorme. Até ao apito final do árbitro ainda foi preciso sofrer. Mas logo que o jogo chegou ao fim a festa entre os vários elementos do grupo de trabalho foi enorme, os objectivos de manutenção foram atingidos, depois de uma época conturbadíssima.“Vitória de um grupo de trabalho que se soube unir nas dificuldades”No final do jogo, ainda mal refeito da emoção, o treinador do Cartaxo, Cláudio Madruga, garantia que esta vitória e a consequente manutenção na Terceira Divisão Nacional foi extremamente gratificante. “Foi a vitória de um grupo de trabalho que se soube unir nas dificuldades”, disse.“Toda a gente sabe as condições em que acabámos esta época. Vamos terminar com sete meses de subsídios em atraso, sem qualquer perspectiva de o virmos a receber no imediato”, referiu Cláudio Madruga, garantindo que só possível dirigir a equipa porque todo o grupo deu uma lição de unidade e respeito ao clube.“O grupo está de parabéns a todos os níveis, não é fácil para eles nem para mim trabalhar nestas condições. Tivemos que estar a pagar do nosso bolso o combustível para vir treinar. É preciso que as pessoas do Cartaxo reconheçam o esforço que este grupo de trabalho fez para honrar o Sport Lisboa e Cartaxo, e encontrem uma solução para o problema”. Cláudio Madruga lamenta a situação a que o clube chegou e lança um apelo às forças vivas da cidade para que se unam e ajudem o Sport Lisboa e Cartaxo. “De outra maneira não vejo forma do clube continuar a representar o concelho do Cartaxo”.“Não vou jogar mais a nível oficial”Satisfeito com a vitória, mas triste com a situação porque o Sport Lisboa e Cartaxo está a passar, estava o capitão de equipa Nuno Casimiro. “Só foi possível capitanear este grupo, porque reinava a amizade e a responsabilidade entre todos os seus componentes”, garantiu.Enquanto tudo esteve bem em termos financeiros a equipa mostrou valor até para ficar desde logo nos seis primeiros. “Quando as coisas se começaram a degradar tivemos alguma oscilação. “O grupo reuniu e decidiu que ia continuar até ao fim. Tudo íamos fazer para manter o clube na terceira divisão, mesmo arcando com as custas da vinda aos treinos e aos jogos. Hoje tivemos o prémio da nossa perseverança”, disse Nuno Casimiro.O jogador garante que o que se passou esta época no Cartaxo é uma lição para os mais jovens. “Por mim fiz hoje o último jogo oficial da minha carreira. Não saio desiludido, apenas cheguei à conclusão de que não é possível conciliar o meu trabalho com o futebol. E também porque quero dedicar mais tempo à minha família”, disse.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...