uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Polícia procura grupo suspeito de vender droga à porta da escola do Forte da Casa

Polícia procura grupo suspeito de vender droga à porta da escola do Forte da Casa

Dois alunos foram apanhados na posse de haxixe na sala de aulas

Um grupo de jovens do Forte da Casa é procurado pela Polícia de Segurança Pública por suspeita de vender droga à porta da escola secundária da freguesia. Na última semana dois alunos de 15 e 16 anos foram apanhados com haxixe na sala de aula e foram suspensos.

Edição de 30.05.2012 | Sociedade
A Polícia de Segurança Pública está à procura de um grupo de jovens suspeitos de traficarem droga à porta da Escola Secundária do Forte da Casa, concelho de Vila Franca de Xira. No decorrer da investigação, agentes da PSP detectaram dois alunos do Programa Integrado de Educação e Formação (PIEF), que decorre no estabelecimento de ensino, na posse de haxixe. No dia 24 de Maio os responsáveis da escola encontraram um aluno de 16 anos de idade do Programa Integrado de Educação e Formação (PIEF), leccionado na escola, na posse de droga e chamaram a PSP. Os agentes entraram na escola por volta das 11h30 e depois de várias diligências verificaram que outro estudante da mesma turma, com 15 anos, tinha 32 gramas de haxixe, o equivalente a 60 doses individuais. Os estupefacientes foram apreendidos pela autoridade. Entretanto a direcção da escola já suspendeu os alunos.Ambas as situações estão a ser acompanhadas pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Vila Franca de Xira e os processos foram encaminhados para o Tribunal de Família e Menores de Vila Franca de Xira. Os jovens incorrem agora em medidas previstas na Lei Tutelar Educativa que vão da admoestação ao internamento em centro educativo, passando por trabalho a favor da comunidade ou a frequência de programas formativos. Até agora não tinham sido detectados pela escola problemas com estes dois jovens.Os alunos de PIEF são jovens que não se conseguiram integrar no ensino regular, ou por falta de hábitos de estudo, por faltarem às aulas ou por falta de acompanhamento familiar. “Por serem menores de idade não podemos afastá-los totalmente, vamos acompanhar o processo e ainda vamos realizar uma reunião de coordenação para tomar outras medidas que se entendam serem necessárias”, informa Alexandra Andrade, técnica de intervenção local do programa a O MIRANTE. Os cursos PIEF destinam-se a jovens dos 15 aos 18 anos. A secundária do Forte da Casa tem duas turmas deste curso, cada uma com 15 alunos e com dois professores por turma.A polícia já estava à procura de um grupo de jovens que não estuda na escola mas que é visto a vender droga a alunos do estabelecimento de ensino. “Há muitas pessoas que têm denunciado a situação do tráfico à porta da escola por jovens que nem são alunos da nossa escola. Sabemos que a PSP está a acompanhar essa situação”, refere Alexandra Andrade. A direcção da escola tranquiliza os pais garantindo que se trata de um “caso isolado” num agrupamento de escolas que tem 3 mil alunos.
Polícia procura grupo suspeito de vender droga à porta da escola do Forte da Casa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...