uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Fernando Oliveira

36 anos, vendedor, Tomar

“Adoro a Festa dos Tabuleiros. Acho que a câmara tem que agradecer muito aos tomarenses pela festa que apresenta a quem nos visita por que são eles, gente anónima, que mais a suportam”

Edição de 06.07.2011 | Agora falo eu
Qual foi o piropo mais engraçado que já ouviu?Fui barman durante muitos anos e uma noite estava a atender ao balcão vestido de verde. A certa altura, uma rapariga virou-se para mim e comentou: “Se isso é assim verde, imagino maduro (risos)”...Tem um bilhete de avião à sua disposição. Qual o destino que escolhe? Gostava de conhecer a Polónia. Acho um país muito interessante do ponto de vista cultural e tem as mulheres mais bonitas do mundo. Tenho imensa curiosidade. Vou à Eslovénia em Setembro mas a Polónia é o país que está no topo das viagens a fazer.Qual é o petisco que não come nem que lhe ofereçam muito dinheiro?Detesto fígado. Acho intragável e não sou mesmo capaz de comer. Já caracóis vão muito bem no Verão. Vive, por dentro, o espírito da Festa dos Tabuleiros?Adoro a Festa dos Tabuleiros. Acho que a câmara tem que agradecer muito aos tomarenses pela festa que apresenta a quem nos visita por que são eles, gente anónima, que mais a suportam. Por exemplo, o “Cortejo dos Rapazes” foi lindíssimo mas acho aberrante terem que ser os pais a suportar tudo para eles, câmara ou comissão da festa, ficarem bem na fotografia. Que solução para o mercado de Tomar?Acho que passava por mandar abaixo o actual edifício e voltar a construir um novo com três, quatro andares que, para além do mercado, tivesse outro tipo de comércio. Ficava bem, por exemplo, um restaurante panorâmico no último piso. Colabora com alguma associação? Sou treinador, já vai para cinco épocas, dos juvenis do U. Tomar. Treinamos três vezes por semana. Roubo este tempo à minha família mas tenho a recompensa que é a amizade que faço com os miúdos. Lamento é que a Câmara de Tomar seja zero em termos de apoio ao futebol jovem. Esta situação vem já desde o tempo em que a autarquia era presidida pelo António Paiva que gostava mais de ténis, atletismo e natação e, portanto, os investimentos na cidade foram sendo feitos nesse sentido. Ficou chocado com a morte do cantor/actor Angélico? Confesso que segui a par e passo as notícias. A primeira impressão que tinha dele é que era extremamente simpático e, além disso, era a pessoa que conheço mais parecida com o Michael Jackson, de quem era fã. Por isso, chocou-me imenso a sua morte. Faz colecção de alguma coisa?Nunca tive o hábito de coleccionar. Mas tenho em casa uma “Galeria” onde coloco notícias que saem nas primeiras páginas de jornais e que acho que devem ser recordadas. Recorto, mando emoldurar e meto na minha galeria de fotos. Tenho uma galeria só relativa ao Sporting, clube do qual sou um adepto fervoroso.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...