uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Que pena não terem contratado o Tony Carreira ou o Rui Veloso

São raros os que conseguem dizer o nome de um conjunto ou de um cantor dos que foram contratados para as Festas do Almonda em Torres Novas que decorrem até domingo. Alguns lamentam que a câmara não tenha contratado o Tony Carreira ou o Rui Veloso mas aceitam que isso não tenha sido feito por causa das restrições nas despesas públicas. E garantem que vão marcar presença no Jardim das Rosas à beira do rio Almonda. Quanto à cidade de Torres Novas é opinião unânime que tem tudo o que é necessário para os cidadãos se sentirem bem. Ou quase tudo...mas equipamentos para jovens e crianças eram bem-vindos. Assim com lugares para estacionamento automóvel.

Edição de 06.07.2011 | Especial Torres Novas
Ricardo Carreira, Carfil Auto Carreira e Filipe, Torres NovasDesde que dê para divertir não importa quem são os artistasDo cartaz deste ano das Festas do Almonda, Ricardo Carreira afirma que não conhece um único artista mas não faz disso nenhum drama e afirma que lhe é indiferente saber quem são os convidados, mesmo que fossem nomes mais conhecidos da música portuguesa e internacional. “Às vezes é bom haver novidades. Desde que dê para me divertir, já está bom”. afirma. Costuma ir às festas todos os anos. “Vou lá pelo menos uma vez. Vou beber um copo e sair da rotina”, esclarece. Da cidade de Torres Novas, refere que apenas gostaria de ver nela mais vida, mais negócio. “Que as pessoas conseguissem ter mais condições de vida”. Manuel Marques, “Manuel Piedade Marques”, Parceiros de São João - Torres Novas“É bom que se lembrem das aldeias porque o concelho não é só a cidade”“Moro a oito quilómetros de Torres Novas, a cidade está bonita, mas gostaria que se investisse mais nas aldeias, porque o concelho não é só a cidade”, começa por afirmar Manuel Marques. O empresário refere que gosta da evolução da cidade, “mas também há coisas menos boas, zonas mais pobres e não se podem esquecer as aldeias”. Concorda com a realização das Festas do Almonda e compreende que não se possa gastar muito dinheiro com a vinda de grandes artistas de renome. Mas “às vezes gasta-se dinheiro com artistas menos conhecidos e que acabam por não trazer vantagens para o comércio. Era necessário mais dinamismo”. Por isso, Manuel Marques gostaria de ver em Torres Novas artistas que movimentassem a cidade, que trouxessem mais vida ao comércio, como o Tony Carreira. Carlos Paulino, Mopafil, Zibreira - Torres Novas“Não tenho muito tempo disponível mas vou dar uma espreitadela”Sem muita disponibilidade para ir às festas , Carlos Paulino reconhece que não teve curiosidade em ver quem tinham sido os grupos e artistas contratados para fazer a animação musical. Apesar da falta de tempo diz que tem curiosidade em passar pelo Jardim das Rosas, o local das festas, para dar uma espreitadela. Gostava de assistir a um espectáculo do Rui Veloso. Quando lhe dizemos quem vai estar em palco conforma-se. “É sempre útil divulgar pessoas que têm valor e que são menos conhecidas”. Na cidade de Torres Novas sente sobretudo a falta de estacionamento. “É um dos problemas da cidade, principalmente no centro histórico. Há um novo parque mas ainda não está a funcionar”.José Carlos, Rendufauto, Rendufas - Torres Novas“Já era tempo de fazerem algumas obras nas aldeias”As Festas do Almonda pouco dizem a José Carlos uma vez que são durante a semana e não costuma frequentar o evento. O cartaz apresentado, com artistas desconhecidos, também não o motiva a ir. “Não quer dizer que não façam também um bom espectáculo. Os bons custam dinheiro”, reconhece, comentando que gostaria de ver em Torres Novas nomes como João Pedro Pais ou Quinta do Bill, como sucedeu recentemente em Ourém. Quanto à cidade em si diz que “cresceu imenso. Está muito avançada, quase avançada demais. Acho que era o momento de irem agora fazer algumas obras que são necessárias nas aldeias e controlarem o endividamento da câmara municipal”, defende.André Silva, Geo Led Material Eléctrico, Torres Novas“Só conheço os The Kaviar, de Abrantes”Do cartaz que este ano foi levado às Festas do Almonda, André Silva apenas conhece o grupo “The Kaviar” de Abrantes. “Neste ponto acho que é um programa um pouco fraco. Tendo em conta a dimensão que a cidade hoje tem, merecia mais”, reflecte. Em Torres Novas gostaria por isso de ver nomes mais sonantes, bandas nacionais como os Deolinda, com “um reportório mais adequado aos habitantes de Torres Novas”. Apesar disso não vai deixar de ir às Festas. “Vou todos os anos. Afinal esta é a minha terra”.Apesar de Torres Novas ser para André Silva uma boa cidade para se viver afirma que ainda faltam alguns equipamentos, como uma praia fluvial. “Temos condições para isso, junto à sede da Nersant (Associação Empresarial) na Várzea dos Mesiões”, refere. Helena Cunha, Inforeco, Torres NovasConvidem o trompetista Rui Sá que é da terraComo todos os anos Helena Cunha vai às Festas do Almonda ajudar nas tasquinhas, pelo que tomou logo conhecimento do cartaz deste ano. Do que viu, no entanto, não recorda nenhum nome. “Gostaria de ver artistas mais conhecidos, mesmo que sejam da terra ou dos concelhos vizinhos. Temos bons artistas na região e com estes convidados nem sempre se satisfaz o público”. Helena Cunha dá o exemplo de um trompetista de Torres Novas, Rui Sá, que faz grandes espectáculos. “Porque não convidá-lo?”.Sobre a cidade diz que está bem equipada mas se reivindicasse alguma coisa era um parque de skate para os mais jovens, assim como mais apoio à participação no desporto. “Augusto Duarte Pereira Silva”, Riachos - Torres NovasE que tal um concerto do Tony Carreira?Passou os olhos pelo cartaz das Festas do Almonda deste ano mas não conseguiu fixar o nome de nenhum artista. “Não tenho muita disponibilidade para ir, mas também não ligo em geral às Festas. Também não conheço os grupos. Mas sei que em Tomar, por exemplo, vai lá o Tony Carreira”. De Torres Novas comenta que a cidade tem tido uma grande evolução possuindo hoje muitos equipamentos, como as piscinas ou os pavilhões desportivos. “Deu uma grande volta, evoluiu muito bem”, refere.Rita Aires, Deprital, Torres NovasFaltam mais espaços verdes e parques infantisTodos os anos Rita Aires costuma visitar as Festas do Almonda com amigos ou com a família. “São as Festas da terra”, comenta, referindo que já viu o cartaz deste ano na internet, apesar de não se recordar de nenhum dos artistas convidados. “Acho que também é importante que estas bandas menos famosas se dêem a conhecer”, refere, indicando ainda que não tem preferência pela vinda à cidade torrejana de nenhum artista em particular.Apesar de já ser uma cidade grande, Rita Aires sente a falta em Torres Novas de parques infantis. “Parques para as crianças, com baloiços, mais espaços verdes”, refere.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...