uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Bicicleta continua a ser meio de transporte importante em Manique do Intendente

Aldeia do concelho de Azambuja voltou a receber uma etapa do troféu Joaquim Agostinho
Edição de 13.07.2011 | Desporto
Quem mora em Manique do Intendente, no concelho de Azambuja, ainda depende bastante da bicicleta para se deslocar. Os transportes públicos “são caros”, têm horários limitados e a população garante que as duas rodas, mais do que um transporte barato, faz parte da cultura da terra.Manique do Intendente é também desde há muito uma terra de gente que adora bicicletas. Um dos grandes ciclistas do Sporting Clube de Portugal dos anos 50, José Manuel Ananias, é natural de Manique do Intendente. Não é de estranhar que no dia em que o troféu Joaquim Agostinho voltou a visitar a aldeia muita gente tenha acorrido ao centro da freguesia para ver as novas máquinas e os novos ciclistas.“Nós temos táxis e autocarros mas com a bicicleta não dependemos de ninguém, apenas dependemos da força nas pernas. Mas se as forças faltarem vamos a pé”, diz com um sorriso Fernando Dias a O MIRANTE. “Claro que se precisarmos de carregar alguma coisa as bicicletas não servem mas para passear e vir até aqui ao centro da aldeia serve perfeitamente”, acrescenta. Muitos idosos apareceram para ver o arranque acompanhados das suas bicicletas. “Não temos muito trânsito aqui por isso conseguimos andar mais à vontade na estrada. Isso é uma vantagem”, refere César Lamego. Na manhã de sexta-feira o troféu fez apenas uma partida simbólica de Manique, para uma etapa de 179 quilómetros entre Manique do Intendente e o parque eólico da Carvoeira, no centro do país. A concentração teve lugar na Praça dos Imperadores na manhã de 8 de Julho. O jovem ciclista Ricardo Mestre, da Tavira-Prio, sagrou-se o grande vencedor desta 34ª edição da prova, que se realizou de 7 a 10 de Julho. Ricardo Mestre, de 27 anos, terminou a última etapa do troféu Joaquim Agostinho com mais 40 segundos que o rival, Raul Alarcón, da Barbot-Efapel. O troféu é organizado pela União Desportiva do Oeste e presta homenagem a um dos melhores ciclistas portugueses de sempre, Joaquim Agostinho, que morreu em 1984 durante a Volta ao Algarve. Este ano foram percorridos 593 quilómetros nesta prova que serve, também, de preparação para a Volta a Portugal, que este ano vai para a estrada entre os dias 4 e 15 de Agosto.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...