uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Produzem cerca de três mil bolas de pão por dia

Odete Matreno, Pastelaria “Panóplia dos Sonhos”, Santarém
Edição de 13.07.2011 | Suplemento Restauração
Começaram por apostar numa pastelaria em São Domingos, onde também funciona a fábrica onde cozem o pão e os bolos que vendem. Mas os pedidos dos clientes para que abrisse outro espaço perto do Instituto Politécnico de Santarém foram tantos que Odete Matreno e o marido, Carlos Bento, decidiram arriscar. Em Dezembro de 2010 - a loja de São Domingos foi inaugurada em Março do mesmo ano - abriram a Panóplia dos Sonhos II, na avenida Madre Andaluz, em Santarém.O pão e os bolos são confeccionados diariamente por Carlos Bento. Odete Matreno é responsável pela pastelaria mais recente. A empresária trabalhava num escritório quando o marido lhe pediu para ajudar a manter as duas pastelarias. “O negócio cresceu e era impossível ele conseguir dar conta do recado sozinho. Deixei o emprego que tinha e aqui estou. Não me arrependo nada da decisão que tomei, gosto muito do que faço. Principalmente do contacto com o público”, afirma. Na Panóplia dos Sonhos é vendido todo o tipo de pão. De centeio, com sementes, integral, de forma, com chouriço... o pão mais procurado é o pão de centeio. Carlos Bento produz, em média, entre 2000 a 3000 bolas de pão por dia. Além disso confecciona também uma grande variedade de bolos com destaque para os pastéis de nata e os tradicionais pampilhos. Quem quiser pode encomendar bolos de aniversário.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...