uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Jorge Faria compra Centro de Línguas do Entroncamento

Jorge Faria compra Centro de Línguas do Entroncamento

O ex-presidente da Escola de Gestão de Santarém pediu uma licença especial de um ano

Ao fim de 25 anos, Mary Ruivo, fundadora de uma das mais prestigiadas escolas particulares da região, abandona a actividade por motivos de saúde. O novo proprietário era quem fazia a contabilidade.

Edição de 20.07.2011 | Sociedade
O Centro de Línguas do Entroncamento foi vendido ao professor da Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém (ESGTS) e ex-presidente dessa entidade, Jorge Faria. O novo proprietário da escola tinha ligação à mesma há cerca de uma década, sendo responsável pela contabilidade. A sua esposa também ali prestava serviços de advocacia.Coincidindo com a realização do negócio, Jorge Faria solicitou uma licença especial de serviço de um ano na ESGTS, a segunda concedida nos 32 anos de história do Instituto Politécnico de Santarém, segundo informação dada a O MIRANTE pela administração. A licença, “para efeitos de actualização científica e técnica”, é obrigatoriamente concedida, se houver pedido nesse sentido, a quem tenha exercido funções de direcção nas instituições de ensino superior por período continuado igual ou superior a três anos. Jorge Faria foi presidente da Escola Superior de Gestão do Politécnico de Santarém entre Julho de 2006 e Maio deste ano. O período de licença conta como serviço efectivo mantendo o professor o seu vencimento.O Centro de Línguas do Entroncamento foi fundado por Mary Ruivo há um quarto de século e é considerado uma referência no ensino da língua inglesa na região. A venda foi motivada por razões de saúde. “O meu coração vai estar sempre ali. É o trabalho de uma vida, feito com gosto e alegria. A escola nunca esteve tão bem como agora e muitos antigos alunos me têm contactado a lamentar esta decisão mas a minha saúde já não permitia que eu desse a mesma atenção ao Centro de Línguas”, disse a O MIRANTE Mary Ruivo.Segundo ela, os professores e o restante pessoal vão continuar a trabalhar com o novo proprietário. “É uma boa decisão. Eles constituem aquilo a que eu chamava um “dream team”. Uma equipa de sonho que levei anos a constituir. Sem eles não teria tanto sucesso como tive”, afirma. O negócio com Jorge Faria inclui as instalações, um edifício de arquitectura moderna situado na entrada norte do Entroncamento, junto ao nó da A23, na rotunda Villiers-sur-Marne, popularmente designada por rotunda do Centro de Línguas. As instalações foram feitas de raíz há 16 anos. “Eu fiz o Centro de Línguas por dentro e o meu marido (Eng.º António Ruivo) fê-lo por fora”, refere Mary Ruivo, aludindo ao facto de grande parte dos trabalhos de construção terem sido feitos pelo próprio nos seus dias de folga e nas férias.O Centro de Línguas do Entroncamento comemorou as suas bodas de prata a 4 de Novembro do ano passado. Fundado e dirigido pela professora Mary Ruivo, o estabelecimento de ensino começou a funcionar no nº 10 da rua Fernando Pessoa mas a elevada procura que registou, devido à excelência do ensino ali ministrado, obrigaram à construção do edifício onde funciona actualmente. Para além do Inglês, dá cursos de Francês, Alemão e Espanhol. Anualmente apresenta uma média de cem alunos aos exames da Universidade de Cambridge, conseguindo elevadas taxas de aprovação. É de referir que os exames são elaborados e corrigidos em Inglaterra. Na zona centro do país, estes exames só são realizados em Coimbra e Entroncamento. As carreiras e percursos profissionais de elevado mérito de vários ex-alunos são o melhor testemunho da qualidade do ensino ministrado pelo Centro de Línguas, cujo lema é: “Good, better, best ! / You must never rest / Till your good is better/ And your better, best!”, que numa adaptação para português poderia ser: “Bom, Mais e Melhor / O trabalho não está feito / até o teu bom ser melhor / e o teu melhor ser perfeito”.
Jorge Faria compra Centro de Línguas do Entroncamento

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...