uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
José Louro

José Louro

72 anos, reformado, Alverca do Ribatejo

Quando vejo uma mulher bonita gosto de lhe chamar “fofinha” ou então dizer: “abençoada a mãe que trouxe uma mulher tão bonita para a terra”. Sempre fui muito atiradiço.

Edição de 27.07.2011 | Agora falo eu
Era capaz de ir a uma praia de nudistas?Nunca cheguei a ir, mas não me importava nada de me despir numa praia dessas. Não tenho qualquer tipo de complexos. Cada um mostra aquilo que tem. O que acho mal é que as pessoas nasçam cabeludas e depois andem a gastar dinheiro com depilações. Tudo ao natural é que é bom (risos). Porque é que acha que as mulheres nunca vão sozinhas à casa de banho?Não sei bem. Mas no estabelecimento onde costumo ir com regularidade para dançar sei que vão sempre à casa-de-banho juntas para trocarem a blusa mais tapada que trouxeram no autocarro por uma mais fresquinha para poderem dançar e dar nas vistas. Já alguma vez atirou piropos a uma mulher bonita na rua?Tantos (risos) que já perdi a conta. Quando vejo uma mulher bonita gosto de lhe chamar “fofinha” ou então dizer: “abençoada a mãe que trouxe uma mulher tão bonita para a terra”. Desde que me lembro de existir que sempre fui atiradiço. Lembra-se ainda do primeiro beijo?Então não me lembro? Tinha 18 anos e fiz-me de bêbado para ela ir comigo para o palheiro. Foi uma loucura…Tem por hábito ir às sex-shop?Já entrei numa da Póvoa de Santa Iria, mas não me diz nada para ser sincero. Na parte do sexo ninguém me ensina nada porque eu já fiz tudo. Quando vai à praia prefere ver uma mulher de fato de banho ou de biquíni?De biquíni, claro. Sempre que ofereço lingerie também escolho sempre a cuequinha fio dental. O que mais gosto de oferecer é roupa interior. Sou conhecido por ser o cliente Vip aqui de uma loja de lingerie dos arredores. Mal olho para uma mulher, sei logo qual é o tamanho do sutiã que devo escolher. Como é que conquista uma mulher?Peço o número de telemóvel e depois se as coisas se proporcionarem levo-as sempre a um shopping para comer um crepe e passearmos. Tenho 72 anos e estou sempre rodeado de mulheres. Durante a semana passo muito do meu tempo livre a dançar até às quatro da manhã e no fim lá vou distribuir as senhoras pelas casas. Em casa é homem para vestir o avental?Quando me dá a neura lavo a cozinha, a casa de banho e tudo o que me aparece à frente. Não consigo ver sequer uma chávena por lavar no lava-loiça. Passo a minha roupa e a do meu neto a ferro e preparo as refeições. Se alguém quiser levo 10 euros à hora para passar a ferro. A minha casa parece tudo menos a de um viúvo. É vaidoso?Sou, sem dúvida! Não saio de casa sem me perfumar. Faço a barba regularmente e ando sempre com roupa limpa e passada a ferro. Tenho de estar em condições para aproveitar se me aparecer alguma senhora interessada pelo caminho… Há alguma coisa na vida de que se arrependa?Não me arrependo de nada. Faria tudo novamente. Muita gente diz que eu sou um mulherengo, mas não ligo a essas críticas. Não ando a brincar com os sentimentos de ninguém. Sou muito respeitador e o que mais aprecio é a verdade.
José Louro

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...