uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Grupo Desportivo e Recreativo de Monsanto quer afirmar-se na II Divisão Nacional

Clube do concelho de Alcanena, treinado por Rui Górriz, conta para já com oito reforços e nove permanências, mas há vários jogadores a fazer testes ao longo das próximas semanas.

Edição de 27.07.2011 | Desporto
Oito caras novas, entre as quais a do ex-Sporting Alhandra (ver caixa) são para já as novidades do Grupo Desportivo e Recreativo de Monsanto para atacar a época 2011-2012 na zona sul II Divisão B. O plantel à disposição de Rui Górriz, técnico que deu o título nacional da III à equipa do concelho de Alcanena na época passada, quer fazer boa figura no escalão superior, por onde já passou há algumas épocas. Alhandra (ex-Eléctrico de Ponte de Sôr), Sabino Fernandes(ex-Massamá), Ismar (ex-Alcanenense), Carlos Gomes (ex-Caniçal), Marco Suri (ex-Praiense), Hugo Seixas (ex-Beira-Mar) Bruno Lemos e Bruno Araújo, ambos ex-Riachense são os reforços já garantidos num plantel onde transitam para esta época Cléber, Nuno Ribeiro, Filipe, Ba, Welington, Ragner, Ivo, Ito, Bruno e Jamerson. Duarte (ex-Felgueiras) e Nicola (ex-Louletano) podem ser jogadores a firmar pelo emblema do Monsanto. Outra das novidades da época é a colaboração de Miguel Cunha como director desportivo, depois de duas épocas com a mesma função no Riachense, onde acabou a carreira como jogador.Para Filipe, um dos jogadores que há mais tempo integra o plantel, há pensamento positivo em relação ao que o clube pode fazer na II Divisão. “Temos sempre expectativas elevadas de conseguir bons resultados no campeonato e a ver pelos jogadores que ficam e os que estão contratados, temos valor para estar nos lugares cimeiros”, afirmou, dizendo ainda que os clubes que enfrentaram há duas épocas no mesmo escalão não eram “papões”, como não são agora. “Assim que nos conhecermos todos melhor vamos traçar objectivos concretos mas nunca se sabe se possamos chegar mais alto do que se pensa”, anteviu Filipe.Rui Górriz, que conta com Fernando Santos como técnico adjunto, espera que o clube se afirme no segundo escalão nacional. “Vamos criar um plantel que faça tudo pelo bem do colectivo, que tenha características de família, de trabalho e de união. Temos potencial, entre os jogadores que transitam e os reforços que chegam, para competir para jogar numa série da II Divisão B com outros potenciais candidatos”, afirma. Para o técnico a equipa não pode para já estabelecer metas de classificação por haver equipas que pela sua capacidade financeira se assumem como candidatos. “Nós, pelo orçamento que temos, estamos longe de poder emparceirar com essas formações mas somos uma equipa ambiciosa. O objectivo principal é garantir a manutenção, mas ver-se-á se a equipa se supera e vai mais longe do que isso”, analisa Rui Górriz. Rui Henriques lidera a comissão administrativa que vai gerindo o clube, que tem um orçamento a rondar os 100 mil euros para a época. Estão já marcados os jogos de preparação até ao início da época a 28 de Agosto. Esta quinta-feira o Monsanto joga com o Naval na Figueira da Foz, e seguem-se as seguintes partidas: fora de casa com Cartaxo (3 Agosto), juniores do U. Leiria (6 Agosto), Riachense (20 Agosto); em casa com Sindicato dos Jogadores, zona sul (10 Agosto), Eléctrico (24 Agosto); está ainda marcada partida com o Fátima (17 Agosto) em local a designar.Ex-sportinguista Alhandra é um dos reforçosMiguel Alhandra, jogador que cumpriu dez anos nas camadas jovens do Sporting e chegou a integrar a equipa sénior em jogos particulares é a principal novidade do plantel do Monsanto para atacar a segunda divisão nacional. O jogador, que passou por Lourinhanense, Alverca, Porto B e Gil Vicente, deixou de ser profissional há dois anos devido a uma lesão e por opção pessoal - tem actualmente 32 anos - para se fixar em Torres Novas onde tem casa e negócios. “Tenho uma imobiliária e uma churrasqueira, actividades profissionais que partilho com o futebol”, contou aos jornalistas durante a apresentação do plantel. “Aceitei o convite do Monsanto e vou tentar ser mais um jogador a ajudar a fazer uma boa época, a tentar jogar bem, independentemente do nível de divisão onde se está”, referiu. segundo Alhandra, A presença no Monsanto não é plataforma para voltar a dar o salto na sua carreira para mais altos voos. O jogador tem evoluído quase sempre como médio esquerdo mas também defesa esquerdo.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...