uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

“Investir nas aulas de inglês compensa”

Mariana Cruz foi a aluna da Escola Internacional de Línguas de Santarém com o melhor resultado
Edição de 27.07.2011 | Economia
Mariana Cruz, de 17 anos, foi a aluna da Escola Internacional de Línguas de Santarém (EIL) com o melhor resultado no First Certificate Exam da Universidade de Cambridge e considera que os métodos da instituição de ensino “fazem toda a diferença”. Os alunos da escola tiveram um rácio de aproveitamento de 90% (mais de 60% na prova) naquele que é o primeiro exame internacional do seu percurso escolar. Mariana quer um dia ingressar no ensino superior e tirar um curso de comunicação social, e acredita que o diploma de Inglês da Escola Internacional fará toda a diferença mais tarde na procura de um emprego. No mesmo acredita Rogério Oliveira, empresário e pai de Ana Rita, de 16 anos, que também teve uma das melhores notas no exame. Ana Rita, que já aprende inglês na EIL há 8 anos, ainda não sabe o que quer fazer profissionalmente, mas tem a certeza que passará pelas ciências com a ajuda preciosa do inglês. Rogério sublinha que, apesar do investimento ser considerável, já que as duas filhas frequentam a escola, os ganhos com a educação acabam por ser muito maiores.A directora pedagógica da escola, Armanda Santos, sublinha o facto de os alunos serem encorajados a trabalhar para atingir objectivos, e que são alcançados “com dedicação, esforço, trabalho árduo e um pouco de divertimento à mistura”. “Isto foi sempre o nosso método de trabalho que tem dado excelentes resultados e satisfação”, reforça.Para Mariana Cruz, estudante de Línguas e Humanidades, actualmente no 11º ano, os professores são fantásticos e muito bem qualificados, motivando sempre o aluno a ir mais longe na aprendizagem “fora da escola”, sendo, por isso, bastante diferente do ensino oficial.Na palavras da mãe da aluna, Maria Clara Cruz, Mariana era uma aluna tímida, mas os métodos de proximidade da escola e o seu gosto por Inglês levaram-na a perder essa timidez e a aplicar-se, mesmo em casa, vendo filmes sem legendas e lendo revistas na língua do país de sua majestade.O professor John Silva congratula-se com o sucesso dos seus alunos: “Eles estiveram muito bem e foi um prazer trabalhar com um grupo fantástico como este. Os professores estão orgulhosos do seu trabalho”. Já George Kent, também professor, dá os “parabéns a todos os alunos do FC pelos resultados nos exames de Cambridge” e destaca o esforço que despenderam em apreender e usar as principais competências: ler, escrever, ouvir e falar - ao mesmo tempo que “mostraram dedicação e disfrutaram de um método divertido de aprender”.As melhorias na metodologia de ensino da escola e a constante inovação levam a que a EIL esteja na vanguarda do ensino de línguas em Santarém, sublinha a directora pedagógica.Mariana nunca vai contrariada para as aulas de inglês e aplica-se muito, porque as aulas da Escola Internacional de Línguas são bastante focadas nas novas tecnologias, nos temas do dia a dia e no vocabulário específico, adaptado ao contexto social. Nas suas palavras as aulas acontecem num ambiente informal, com poucos alunos por sala e com os professores a “puxarem” por eles, o que faz toda a diferença.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...