uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Um forte um pouco fraco

Um forte um pouco fraco

Edição de 06.12.2011 | O Cartoon da Notícia
Mesmo sendo pequeno o Centro Interpretativo do Forte da Casa, no concelho de Vila Franca de Xira, inaugurado há apenas um ano, já revelou ter uma série de pontos fracos. As casas de banho entopem facilmente e por isso estão fora de serviço, as caleiras estão entupidas e mesmo em dias secos deixam cair água e a chave da câmara não abre a porta. Para agravar a situação o espaço pouca ou nenhuma dinamização tem.A intervenção que foi feita no reduto 38 do Forte da Casa, estrutura militar que deu nome à freguesia, inclui não só o pequeno pavilhão que funciona como centro interpretativo, mas também o enquadramento paisagístico, consolidação e musealização do paiol do forte. A obra custou 186 mil euros. Foi o general inglês Wellington que concebeu o conjunto de linhas fortificadas para a defesa de Lisboa das invasões dos exércitos franceses de Napoleão Bonaparte. Os trabalhos de construção iniciaram-se no Outono de 1809 e em menos de um ano construíram-se em segredo 126 fortes.Depois de quase cem anos de completa degradação e abandono o pequeno centro interpretativo foi apontado pelos governantes no dia da inauguração como um espaço com “forte potencial turístico”. O que será difícil, admita-se, já que os equipamentos básicos à disposição são os mesmos que tinham os habitantes de então…
Um forte um pouco fraco

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...