uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Abaixo-assinado contra estado de degradação da Quinta dos Álamos

Edição de 06.12.2011 | Sociedade
Os moradores e comerciantes da Quinta dos Álamos, em Samora Correia, concelho de Benavente, entregaram à Câmara Municipal de Benavente um abaixo-assinado subscrito por 45 pessoas, no qual exigem melhorias na zona onde vivem. Falta de passeios e passadeiras, estacionamento indevido de camiões durante a noite e aumento da marginalidade são os principais problemas apontados.“Todas as noites estacionam aqui perto de seis camiões, quando existe um parque de pesados na Murteira para o efeito. O problema é que os condutores vêm ligar os camiões por volta das seis da manhã e deixam-nos a trabalhar durante meia hora, acordando toda a gente dos prédios em redor, especialmente as crianças e bebés”, conta um morador. A proprietária de um café, Angelina Neves, mostra os grafites que tem nas paredes do estabelecimento e nas grades das janelas para demonstrar a falta de segurança que se vive na zona. “O vandalismo que se verifica à noite é cada vez maior. Até já arrancaram bancos do jardim”, aponta a comerciante que já se arrependeu de abrir o estabelecimento no local. Também o edifício da Segurança Social está com as paredes completamente vandalizadas. Para além destes problemas, somam-se a inexistência de passadeiras numa zona que é muito frequentada por crianças; a não existência de passeios nos dois lados da Estrada do Brejo, o que constitui um risco para os peões. Bem como o acesso problemático da Rua Fernando Vaz à Estrada do Brejo, já que existe uma moradia clandestina que corta a visibilidade aos condutores. Recorde-se que em 2003 já tinha sido enviado um abaixo-assinado à câmara a pedir para que fossem removidos os oito fogos pré-fabricados, localizados juntos à Estrada do Brejo, que na altura tinham sido construídos com carácter provisório. Mas a autarquia ainda não conseguiu demolir o último, onde ainda reside uma família.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...