uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Director de urbanismo suspeito de corrupção e tráfico de influências

António Duarte já trabalhou na Câmara de Vila Franca
Edição de 06.12.2011 | Sociedade
O director do Departamento de Urbanismo da Câmara Municipal de Santarém, António Duarte, está a ser investigado pela Polícia Judiciária por suspeita de corrupção, tráfico de influências e abuso de poder. Cinco inspectores da Polícia Judiciária realizaram buscas no seu local de trabalho na autarquia numa acção que decorreu no dia 29 de Novembro.Segundo fonte da PJ, além das buscas realizadas nesse dia no gabinete do arquitecto António Duarte, terão existido igualmente diligências na sua residência em Cascais e nas das suas filhas, uma das quais é igualmente arquitecta, bem como num centro social de que o técnico será dirigente no Norte do país. As buscas foram ordenadas pelo Ministério Público, que emitiu vários mandatos, e que já estava a investigar a actividade do técnico. Ao que a agência Lusa apurou junto de outra fonte ligada ao processo, as buscas prendem-se com a actividade desenvolvida nas autarquias de Vila Franca de Xira e Cascais, onde anteriormente António Duarte exerceu funções como técnico superior na área do urbanismo. Segundo garantiu ao nosso jornal o vereador do pelouro do Urbanismo da Câmara de Santarém, João Leite (PSD), as investigações nada têm a ver com o trabalho de António Duarte enquanto técnico superior da autarquia. Mas O MIRANTE sabe que há alguns processos desta câmara que também estão a ser analisados pelos inspectores.António Duarte, indiciado por favorecer construtores, assumiu a liderança do Departamento de Urbanismo da Câmara de Santarém em 2009, após a anterior responsável, Dina Vieira, ter abandonado o cargo para integrar a lista do PSD à Câmara de Lisboa. Entrou para a Câmara de Santarém em 2007 e reside na zona de Cascais.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...