uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Casa-Museu dos Patudos inaugurada oficialmente um mês depois da sua reabertura

Edição de 14.12.2011 | Cultura e Lazer
Apesar da Casa-Museu dos Patudos, em Alpiarça, estar reaberta ao público desde 31 de Outubro último, a reinauguração oficial foi feita na noite de sexta-feira, 9 de Dezembro, que contou com a presença do secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas. O momento foi assinalado com o descerramento de uma placa pelo secretário de Estado e pelo presidente do município, Mário Pereira.À semelhança do discurso proferido no dia 31 de Outubro, Mário Pereira recordou a importância das obras de requalificação da Casa-Museu dos Patudos destacando a importância da criação de condições para a “preservação artística” e novos circuitos de visita. O autarca aproveitou a presença de um membro do Governo para recordar a “enorme” dimensão do investimento feito pela autarquia num património muito importante deixado por Carlos Relvas, político natural de Alpiarça que proclamou a instauração da República da varanda dos paços do concelho de Lisboa a 5 de Outubro de 1910. “É um grande esforço que a câmara faz e que mobiliza muitos recursos e prova a importância do poder local democrático”, refere. Mário Pereira defende que será “justo” que o Estado “assuma a sua participação nas próximas intervenções que vão ser necessárias para manter a casa em condições de ser visitada”.O secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, confessou que esta foi a sua primeira visita à Casa-Museu dos Patudos e ficou “comovido” com o enorme património que encontrou, prometendo voltar com “mais calma” para ver os “livros da biblioteca” e as “baixelas das salas”.Francisco José Viegas destacou o papel “exemplar” da autarquia no processo de “recuperação” da casa acrescentando que o Estado não pode fugir às suas responsabilidades, respondendo a Mário Pereira. “Esta casa é motivo de orgulho para Alpiarça e para toda a sua população”, afirmou.A sessão terminou com a realização de um pequeno concerto intitulado “100 Anos da República - A Música Portuguesa em 1910”, pelo Grupo Ensemble Vox Angelis.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...