uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Grupo Columbófilo Vilanovense continua a formar campeões

“Exporainha” marca a reentrada do ano competitivo na região

O Grupo Columbófilo Vilanovense, de Vila Nova da Rainha, concelho de Azambuja, voltou a organizar mais uma “Exporainha”, um dos eventos mais importantes do calendário da modalidade na região. O grupo continua a formar atletas vencedores e a dar cartas no calendário competitivo.

Edição de 14.12.2011 | Desporto
Boa saúde financeira e bons resultados desportivos têm mantido o Grupo Columbófilo Vilanovense, de Vila Nova da Rainha, concelho da Azambuja, nos lugares cimeiros da modalidade a nível nacional e regional. Apesar da crise os pombos de Vila Nova da Rainha continuam a produzir resultados em várias provas e a formar novos campeões todos os anos.O grupo organizou no fim-de-semana de 3 e 4 de Dezembro, como habitualmente, a “Exporainha”, evento de cariz internacional que marca a reentrada do ano competitivo na região e que junta, num só espaço, criadores e atletas da modalidade. Esta foi a sua nona edição.O grupo liderado por Carlos Teixeira conquistou, recentemente, o primeiro lugar no campeonato distrital, graças à prestação dos “Asas Negras”, um grupo de atletas do grupo vilanovense. “O grupo continua de boa saúde desportiva e financeira e estamos a conseguir enfrentar bem a crise. Temos conseguido reunir os meios necessários para viver sem problemas e em termos desportivos continuamos a ter resultados muito interessantes”, refere Carlos Teixeira a O MIRANTE.Actualmente a colectividade conta com 70 sócios, 40 dos quais praticantes. “O amor aos pombos não morre. É isso que faz movimentar esta casa. Todos estamos unidos no objectivo de promover este desporto”, acrescenta. A “Exporainha”, organizada pelo grupo, juntou em dois dias quase seis mil visitantes e 32 expositores nacionais e internacionais. Nela estiveram representadas casas de comercialização de produtos para pombos e também atletas da modalidade. Esta é a segunda edição a ser realizada no pavilhão da Casa do Povo de Aveiras de Cima, desde que a organização mudou o certame de Vila Nova para Aveiras devido a divergências com a junta de freguesia.“Aqui é um espaço óptimo, com bastantes condições e até nos permite ter uma zona de restauração que complementa a feira”, acrescenta Carlos Teixeira. O dirigente garante que o certame superou as expectativas e que tudo aponta para a realização da décima edição no próximo ano. O grupo nasceu num pequeno anexo, nas traseiras da casa de Edmundo Rocha em Vila Nova da Rainha. Foi fundado em Outubro de 1973 por um grupo de entusiastas dos pombos e desde então que a colectividade não tem parado de crescer, apesar do seu parco orçamento. Actualmente tem mais de 2 000 pombos a voar numa modalidade desportiva que dá para todas as bolsas.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...