uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Presidente da Distrital de Santarém do PSD desmente ex-tesoureiro

Vasco Cunha diz que demissão de António Campos lhe foi apresentada a 4 de Outubro e não a 18

O ex-tesoureiro da Distrital de Santarém do PSD, António Campos, fez passar a ideia que tinha concretizado o pedido de demissão do cargo (anunciado em Julho) a 18 de Outubro. O presidente da Distrital chama-lhe mentiroso.

Edição de 14.12.2011 | Sociedade
“Uma das piores coisas que nos pode acontecer é deixar que uma mentira, apregoada sem desmentido, possa fazer o seu curso, como se fosse uma verdade. Uma verdade e um facto definitivo e histórico! Tive conhecimento de um e-mail que foi endereçado a vários de vós, assinada pelo ex-tesoureiro da Comissão Política Distrital, o Eng. Técnico António Campos, datado de 10 de Novembro, onde este anexando uma carta endereçada ao Presidente da Mesa da Assembleia Distrital do PSD de Santarém, anunciava a sua demissão datando-a no dia 18 de Outubro. Não fosse o dia 18 de Outubro ter sido o dia em que se realizou a Assembleia Distrital do PSD que VOTOU (por voto secreto, sublinho) a eleição da Engenheira Carina João Oliveira para nova Tesoureira da Comissão Política Distrital, após o indispensável anúncio-proposta de substituição em reunião da Distrital realizado cerca de 2 semanas antes, e não fosse o prazo de quase 1 mês que decorreu desde essa pseudo-demissão e a sua comunicação pública ocorrer a 10 de Novembro, e até estaríamos perante um pequeno desfasamento de datas. Um pequeno lapso de memória…Sucede que a substituição do Tesoureiro da Comissão Política Distrital do PSD de Santarém se fundamenta no e-mail datado de 4 de Outubro que me foi dirigido a mim e a outro dirigente distrital do PSD de Santarém pelo autor do público queixume. Logo, porque tem toda a justificação, há mentiras que necessitam de ser desmentidas! Porque se não forem desmentidas correm o risco de se tornar um facto. E a História estaria conspurcada de mentiras se não pudéssemos desmentir - com provas - os factos da ilusão!”Vasco Cunha

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...