uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Estado já desbloqueou verbas retidas à Câmara da Chamusca

Edição de 21.12.2011 | Política
O Estado já desbloqueou as verbas que tinha sido retidas à Câmara Municipal da Chamusca por esta ter ultrapassado o limite máximo de endividamento permitido por lei. Situação que entretanto tinha sido regularizada no final do de 2010, conforme confirmação da Direcção Geral da Administração Autárquica em Julho. No entanto, as verbas em questão, que ultrapassavam os 600 mil euros, tardaram em ser devolvidas e a autarquia pediu uma audiência ao secretário de Estado da Administração Local e Reforma Administrativa, Paulo Simões Júlio, que prometeu ajudar a desbloquear o problema.No início de Dezembro chegou finalmente a boa notícia do desbloqueamento das verbas, que na sua maior parte serviram para fazer o pagamento do empréstimo de tesouraria de mais de 600 mil euros que a autarquia tinha contraído na Caixa Geral de Depósitos. “Fizemos o pagamento para limitar os juros. Continuamos a levar por diante a contracção do empréstimo do mesmo valor que entretanto foi aprovado, mas que só será despachado pela Caixa no início de Janeiro. Quando tivermos essa verba à nossa disposição vamos pagar aos fornecedores”, referiu Sérgio Carrinho.O vice-presidente, Francisco Matias congratulou-se com o desbloqueamento das verbas em questão e realçou que agora “vamos procurar formas de receber os 529 mil euros que nos devem das obras nos diques, os 47 mil euros das refeições escolares, que estão em atraso, os 28 mil euros dos gabinetes florestais e mais outras verbas que estão em dívida e que nos ajudariam a respirar um pouco melhor”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...