uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Hospital Privado de Santarém abre para servir os pacientes mais exigentes

Hospital Privado de Santarém abre para servir os pacientes mais exigentes

Unidade oficialmente aberta dia 14 e já em pleno funcionamento resulta de investimento privado de 13 milhões de euros por sete investidores, quatro dos quais médicos.

Edição de 21.12.2011 | Sociedade
Todas as especialidades médicas (com excepção da cirurgia cardio-toráxica), três blocos operatórios, 24 camas de internamento e vários tipos de exames complementares de diagnóstico estão ao serviço da população desde a semana passado no novo Hospital Privado de Santarém (HPS) - Scalmed.Situado na rua Nova, freguesia de S. Nicolau, junto ao Staples, o HPS resultado de um investimento privado de 13 milhões de euros, suportado por sete investidores, quatro dos quais médicos de profissão, e a maioria proveniente da clínica Scalmed, agora encerrada. As consultas externas abriram quinta-feira e o bloco operatório foi estreado no dia seguinte. A unidade clínica foi inaugurada dia 14 de Dezembro pelo ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, um ano após o início dos trabalhos.Cerca de 60 profissionais, entre enfermeiros, administrativos e assistentes operacionais, compõem o quadro de pessoal, enquanto os médicos foram recrutados como prestadores de serviços maioritariamente em Lisboa e Coimbra, a par de alguns de Santarém.O HPS disponibiliza todas as especialidades médicas e exames complementares de diagnóstico num edifício com 5.700 metros quadrados de área. O piso zero é servido por múltiplos gabinetes e especialidades das consultas externas, exames complementares de diagnóstico, imagiologia e medicina física e de reabilitação. O piso um alberga a áreas de internamento e três salas de bloco operatório enquanto o piso menos um compreende a zona técnica e de estacionamento. Entre os investidores e administradores do HPS a satisfação é grande. Para José Silva a nova unidade é sinal de mais uma alternativa na cidade, com uma unidade privada “que irá constituir uma mais valia para a cidade e para a região”.Para o director clínico do HPS, a unidade vem dar uma resposta abrangente para os doentes, dotando Santarém de uma unidade privada à semelhança do que acontece com as restantes capitais de distrito do país.O hospital vai trabalhar essencialmente com pacientes por via de acordos com seguradoras mas também pretende estabelecer acordos com outras entidades. “O HPS será complementar e alternativo ao Hospital Distrital de Santarém na oferta médica e de serviços, podendo estabelecer com o hospital público formação de recursos humanos, particularmente entre os profissionais mais jovens”, sublinhou António Júlio Silva.Antes da visita às instalações, distribuídas por três pisos, o ministro Miguel Relvas fez questão de sublinhar que surgem projectos e investimentos capazes se estiveram bem pensados e estruturados. “Esta é a demonstração de que, no momento de dificuldades que atravessamos, se soubermos, se tivermos o acompanhamento adequado e a vontade, somos nós que podemos resolver os nossos problemas. As dificuldades podem ser uma oportunidade”, destacou Miguel Relvas, salientando ser um prazer ver mais um investimento concretizado na região.Satisfeito estava também o presidente da Câmara de Santarém. Francisco Moita Flores realçou ser importante ver os profissionais de saúde integrarem projectos ligados à sua área também como investidores. “É um enriquecimento e uma grande alegria poder testemunhar o nascer de uma unidade hospitalar com estas condições e excelência de serviços em Santarém”, concluiu.
Hospital Privado de Santarém abre para servir os pacientes mais exigentes

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...