uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Quarenta peças de bronze roubadas de dois cemitérios em Tomar

Quarenta peças de bronze roubadas de dois cemitérios em Tomar

GNR investiga os dois assaltos que, pelos seus contornos, chocaram as populações
Edição de 21.12.2011 | Sociedade
Mais de quarenta peças em bronze foram roubadas na passada semana dos cemitérios de São Pedro e Serras da Sabacheira, no concelho de Tomar. Os larápios, que efectuaram os assaltos durante a madrugada, deixaram ainda um rasto de vandalismo que chocou os familiares dos sepultados. “Isto ultrapassa todos os limites imagináveis”, lamenta a filha de Maria da Nazaré César, de cuja campa foi roubada a imagem de Nossa Sra. de Fátima que custou “mais de vinte contos” há quinze anos, enquanto olha para a campa vandalizada. O primeiro assalto registou-se no cemitério de São Pedro de Tomar, de terça para quarta-feira, 14 de Dezembro. Os assaltantes, de número desconhecido, saltaram o muro e partiram várias lápides para levarem mais de vinte imagens em bronze. Seis campas ficaram danificadas. “Só pessoas vândalas e sem escrúpulos é que podem ter vindo aqui fazer isto, num sitio que as pessoas todas preservam”, disse a O MIRANTE Maria dos Santos, que visitava o cemitério após ter sabido do assalto. O presidente da Junta de Freguesia de São Pedro, António Vicente, explicou que os autores do furto saltaram o muro das traseiras do cemitério e logo que o funcionário se apercebeu do sucedido foi chamada a GNR. O autarca pede “mão pesada” para os autores deste tipo de crime, lamentando que já nem se poupem os cemitérios. “É lamentável. Muito triste, quando se entra num lugar sagrado e já nem se respeita quem já partiu”, afirmou. Em Maio de 2010 já tinham roubado, deste mesmo cemitério, os varões em aço inox das escadas, tentando levar também a estrutura metálica envolvente a uma campa. Face ao sucedido, a junta de freguesia apelou às autoridades que façam uma “vigilância mais apertada” deste espaço de culto. Na madrugada de 15 de Dezembro, foi a vez do cemitério de Serras da Sabacheira, na freguesia da Sabacheira, ser visitado pelos “amigos do alheio”. Deste cemitério foram furtadas duas dezenas de peças e objectos em bronze, de acordo com o presidente da junta de freguesia, Fernando Graça. Tal como em São Pedro, para trás deixaram o mesmo rasto de destruição e vandalismo. A GNR de Tomar diz que qualquer procedimento da sua parte depende de apresentação de queixa por parte dos lesados, dado ser um crime semi-público.
Quarenta peças de bronze roubadas de dois cemitérios em Tomar

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...