uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Sete encapuzados assaltam ourivesaria do W-Shopping durante a madrugada

Levaram dezenas de milhares de euros em relógios de marca depois de arrombarem porta do estabelecimento à marretada. Eram quatro da manhã. Proprietário lamenta impunidade dos ladrões e a PSP de Santarém está a investigar o caso.

Edição de 21.12.2011 | Sociedade
A administração do W-Shopping, em Santarém, está disponível para tomar medidas adicionais de segurança e ouvir as opiniões dos lojistas relativamente à segurança do centro comercial, no seguimento do assalto de que foi alvo a Anjo Joalheiros, ourivesaria instalada no piso um. Sete homens encapuzados, munidos de marretas e martelos, roubaram vários relógios de marcas conceituadas no valor de algumas dezenas de milhares de euros na madrugada de 14 de Dezembro. Os assaltantes arrombaram uma porta lateral do centro comercial e acederam ao primeiro piso. Tentaram partir a montra da ourivesaria com martelos, mas como não conseguiram arrombaram a porta e entraram no estabelecimento. Levaram relógios das marcas Tissot, Seiko, Gant, Timberland e Raymond Weil no valor de algumas dezenas de milhares de euros disse a O MIRANTE um dos sócios-gerentes, Sérgio Anjo.Garante a Jones Lang LaSalle, entidade gestora do W Shopping, que tem desenvolvido todos os esforços para garantir os melhores meios e condições de segurança e vigilância quer aos seus inquilinos quer aos visitantes do espaço, encontrando-se a administração aberta para analisar e integrar quaisquer sugestões adicionais que os lojistas apresentem.O assalto ficou registado nas câmaras de vigilância da loja. Foi o primeiro assalto registado na Anjo Joalheiros dentro de um centro comercial, mas uma loja no centro da cidade de Torres Novas já tinha sido assaltada. Fonte da PSP diz que o assalto foi feito com rapidez, tendo demorado pouco mais de um minuto e garante que prossegue a sua investigação. Sérgio Anjo admite que há que estar cada vez mais alerta e que a situação tem tendência a piorar. “É uma problema da lei face à impunidade total. Os assaltantes podem ser apanhados, são condenados a pena inferior a cinco anos e estão rapidamente na rua”, afirma o empresário, defendendo penas mais pesadas como forma de dissuasão. Apresentando a sua solidariedade com a Anjo Joalheiros, a Jones Lang LaSalle, entidade gestora do W Shopping, lembra que o assalto durou cerca de dois minutos, numa altura em que estavam dois profissionais de segurança no centro. Refere que os indivíduos entraram por uma porta localizada perto da rampa de acesso ao piso 1, o que espoletou de imediato um telefonema dos seguranças para a PSP. A entidade gestora do W Shopping ressalva que os vigilantes em qualquer tipo de estabelecimento não podem nem têm o dever de abordar ou neutralizar os criminosos, assegurando que durante o assalto funcionaram os sistemas de videovigilância e de alarme, além de todos os procedimentos de encerramento seguro dos acessos terem sido garantidos.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...