uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Há maus profissionais em todas as áreas de trabalho

Edição de 28.12.2011 | O Mirante dos Leitores
Li o artigo de opinião intitulado “Horas extraordinárias na saúde” e não posso deixar de manifestar o meu desagrado pela opinião expressa. Só pode vir de alguém que não faz a mínima ideia do que fala nem do que representa praticar medicina. Se pensa que ter mais médicos vai resolver os problemas da saúde, engana-se. Mais profissionais, indiscriminadamente, irá somente aumentar a oferta global de médicos para X postos de trabalho definidos, levando a que as condições de trabalho piorem e assim “aceita quem quer”, tanto no privado como no SNS (que terá as contratações cada vez mais reduzidas). Trabalhando mais horas e com menor rendimento não se motivam profissionais - aqui refiro-me a todos, não somente os médicos - e dificilmente se conseguirá melhor qualidade. Relembro que Portugal tem um dos serviços de saúde com melhores indicadores a nível mundial. Concordo por isso com o limite de vagas para alguns cursos, nomeadamente na área da medicina. Aliás, se fossem avaliadas regularmente as reais necessidades do país, não teríamos algumas áreas com escassez (como técnicos na áreas das energias renováveis) ou com excesso de licenciados (como os professores ou advogados), que não encontram emprego ou são sujeitos a condições laborais péssimas. E quanto ao caso apresentado, existem maus profissionais em todas as áreas de trabalho, na medicina, na política e também no jornalismo, mas felizmente são uma minoria. Sendo um artigo de opinião, li, aceitei a opinião e expresso a minha.André Tomé

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...