uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Junta de Azambuja abandona protocolo que tinha com a câmara para manutenção dos espaços verdes

Edição de 28.12.2011 | Política
A partir do primeiro dia de Janeiro a Junta de Freguesia da Azambuja vai deixar de limpar os espaços verdes e fazer a manutenção dos equipamentos públicos no âmbito de um protocolo de delegação de competências assinado com a câmara municipal. A junta decidiu renunciar ao protocolo invocando incumprimento por parte da câmara municipal, não apenas por esta ainda dever cerca de 30 mil euros pelos trabalhos feitos em 2011 como também devido ao corte anunciado nas verbas para 2012 de 30 por cento. Uma situação que o presidente da junta, António Amaral (PS), considera ser insustentável para manter o serviço em funcionamento.Os cortes em 2012 representam perto de seis mil euros mensais. António Amaral avisou o presidente da câmara, Joaquim Ramos (PS), por escrito e pessoalmente e fez saber que não se trata de um ataque político mas antes de uma posição de quem tem de salvaguardar os interesses da junta. O presidente da câmara, Joaquim Ramos, disse que mantém com o presidente da junta “os melhores laços de amizade e lealdade” mas salientou que “amigos são amigos mas os negócios são à parte”, dando a entender que compreende a decisão do companheiro de partido. “Não há aqui nenhum desentendimento. O presidente da junta entende que não pode assegurar o protocolo e nós temos de aceitar isso. Vamos agora tentar negociar com uma empresa condições que sejam vantajosas”, informou a O MIRANTE. Quanto às verbas em dívida, Joaquim Ramos esclarece que ainda em Novembro foi paga uma tranche e que o restante é referente ao mês de Dezembro, que ainda não terminou.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...