uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Amigos consternados com a morte do jovem futebolista de Samora

Miguel Fernandes que perdeu a vida num acidente era um jogador carismático e divertido

Igreja Matriz de Samora Correia, concelho de Benavente, encheu-se no sábado, 24 de Dezembro na última homenagem ao jovem da terra, Miguel Fernandes, que morreu num acidente de viação.

Edição de 28.12.2011 | Sociedade
Quem conviveu com Miguel Fernandes, de 23 anos, diz que era um jovem carismático, divertido, que levava a vida a brincar mas ao mesmo tempo com muita responsabilidade. O jovem jogador de futebol formado nas Escolas do Grupo Desportivo de Samora Correia e que jogou dez épocas no Futebol Clube de Alverca morreu no dia 22 de Dezembro, na Estrada Nacional 118, junto ao campo de Tiro de Alcochete, em Samora Correia, concelho de Benavente, na sequência de uma colisão entre três veículos. O jovem deslocava-se para o trabalho, em Setúbal, quando por volta das 8h40, o seu carro terá sido abalroado e atirado contra uma terceira viatura, segundo fonte da GNR.Uma equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) tentou reanimar o jovem mas este não resistiu a uma paragem cardiorrespiratória. Miguel Fernandes treinou dez épocas seguidas no Futebol Clube de Alverca (FCA), desde o escalão dos iniciados até aos seniores. No ano passado não estava a treinar porque não conseguia conciliar com o emprego. Estava a trabalhar numa empresa do ramo das energias renováveis em Setúbal e à noite ainda seguia para um curso pós-laboral.O actual presidente do Alverca, Fernando Orge, chegou a ser treinador do jovem durante uma época e é com alguma dor que assegura que se perdeu uma grande pessoa. “Nestas alturas dizemos sempre que são todos bons. Mas o Miguel era de facto um grande homem. Era um jogador muito carismático, respeitador, que tinha um grande estatuto na equipa. Gostava muito de brincar no seio do grupo, mas também era extremamente responsável, dedicando-se com toda a sua força ao treino e ao jogo”, garante. Também o actual capitão da equipa de seniores do FCA, Nelson Antunes, não poupa nos elogios: “Éramos amigos e conversávamos com alguma regularidade. Fiquei muito triste porque para além de ainda ser um jovem, era uma pessoa impecável, com quem se podia sempre contar”. João Vítor era outro amigo de peito de Samora Correia que começou a jogar com Miguel Fernandes no Grupo Desportivo de Samora Correia. “Era uma pessoa que estava a brincar sempre com tudo e com todos. Era muito divertido, simpático e levava a vida sempre a rir”, recorda. A estima e amizade pelo jovem Miguel Fernandes é algo que ninguém põe em causa, tendo em conta o mar de gente que compareceu no funeral que se realizou no sábado, 24 de Dezembro, na Igreja Matriz de Samora Correia. “Foi muito triste perdermos uma pessoa como o Miguel, especialmente desta maneira”, conclui João Vítor.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...