uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Fazendense e Empregados do Comércio finalistas da Taça do Ribatejo

Edição de 07.03.2012 | Desporto
A Associação Desportiva Fazendense, de Fazendas de Almeirim e o Clube de Futebol dos Empregados no Comércio de Santarém “Os Caixeiros” são os dois finalistas da edição 2011-2012 da Taça do Ribatejo de futebol, em seniores masculinos.A equipa dos Caixeiros, que disputa a segunda divisão distrital, é a maior surpresa da competição, uma vez que eliminou o Benavente, do escalão maior, por 2-0.Já o Fazendense protagonizou um jogo equilibradíssimo com o Alcanenense. As duas equipas terminaram o jogo empatadas a dois golos, mas a formação das Fazendas de Almeirim foi melhor nas grandes penalidades, marcando por cinco vezes, contra apenas quatro pontapés certeiros da equipa de Alcanena.O Alcanenense chegou a estar a vencer dois golos a zero já na segunda parte, mas uma tremenda reacção dos jovens jogadores do Fazendense e dois falhanços incríveis da experiente defesa da equipa de Alcanena permitiram que o jovem jogador do Fazendense, Minhoto, marcasse dois golos e levasse a eliminatória para a decisão das grandes penalidades. Aí a equipa de Fazendas de Almeirim foi mais forte. Embora logo na marcação da primeira grande penalidade Liká tenha atirado de modo a permitir a defesa do guarda redes do Alcanenense, acabou por vencer, face aos falhanços de Obama e Sudesh. Como curiosidade, refira-se que o Fazendense ganhou nas grandes penalidades os três últimos jogos da Taça, frente a Almeirim, Coruchense e Alcanenense.Fazendense e Caixeiros encontram-se agora na final da Taça do Ribatejo, que se realiza a 1 de Maio, em local a designar.No final do jogo que foi efectivamente emotivo, o treinador do Fazendense, Renato Santos estava feliz pelos seus jogadores. “Foi uma vitória de uma equipa que queria estar na final da taça, mas não foi só uma vitória de raça, foi também uma vitória de qualidade, não fomos em momento algum inferiores ao Alcanenense”.“Sofremos dois golos de bola parada, e reagimos muito bem. É uma vitória saborosa para os jogadores e para todo o grupo de trabalho. Temos uma equipa com condições para ficar do sexto lugar para cima no campeonato, infelizmente não o conseguimos, daí esta vitória ser mais saborosa e mais comemorada, por termos atingido a final”, disse Renato Santos.Do outro lado o técnico do Alcanenense, José Torcato lamentava a derrota, não tirava o mérito ao adversário, mas garantia que “fizemos a cama onde nos deitámos, a vencer dois zero pensávamos que tudo estava resolvido e entrámos numa descontracção impressionante, depois dois dos nossos mais experientes jogadores, falharam de modo incrível, e aí está a derrota”, disse.José Torcato lamentou ainda a falta de apoio dos adeptos da sua equipa. “Lamento que na disputa de uma meia final da Taça do Ribatejo não estivessem presentes mais do que nove ou dez adeptos a incentivar-nos, é pena que isto aconteça”, lamentou.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...