uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Manuel Riba

Manuel Riba

32 anos, militar, Ourém

Gostava mais de ser pai no sentido de ensinar aquilo que não tive oportunidade de aprender enquanto cresci e de melhorar a educação que possa não ter tido. Depois, é uma semente que se deixa para propagar a minha geração e o meu nome.

Edição de 14.03.2012 | Agora falo eu
Como reage perante um peão que atravessa a passadeira vagarosamente?Nunca me aconteceu, mas mesmo que passem tipo modelo posso apreciar um bocado, caso me agrade. Sou muito pacífico nessas coisas. Temos que ter paciência para as pessoas, principalmente para os idosos.Tem aproveitado este sol de Inverno?Hoje está-me a saber bem mas por norma fico por casa. Sou mais caseiro e prefiro estar a estudar ou a ver um bom filme.Na Páscoa costuma ir de férias ou fica-se pelas amêndoas?Na Páscoa vou para a terra dos meus pais, em Viana do Castelo. Aqui não se vê o hábito de ter a população atrás do padre que leva a cruz nas ruas e de haver vinho e petiscos à porta de cada casa. É muito mais fácil as pessoas entrarem numa casa estranha estando na aldeia do que na cidade.Qual é a mulher mais sexy do planeta?Neste momento para mim chama-se Jacinta. Mas, por exemplo, aprecio a Cristina Areias. Entre as estrangeiras havia dantes a Sharon Stone. Acho que estou mais inclinado para escolher quarentonas, as novas não.Na praia, ajudava uma desconhecida se lhe pedisse para pôr creme nas costas?Acho que não, estando ou não acompanhado. Não tenho esse tipo de oportunismo ou atrevimento. Adopto uma estratégia muito “soft”.Que filme é que não lhe sai da memória?Gostei muito de “Braveheart” e de “A Vida é Bela”. Gostei do Braveheart pelo final, em que o herói morreu ao contrário dos restantes filmes em que sobrevive sempre. Prefiro um final mais real. Como se desembaraça no fogão? Sei fazer algumas coisas mas tenho uma especialidade minha, “Talharim (massa) à Manuel Riba”, uma mais para carnes e outra para moluscos. Basta cozer o talharim em água e juntar qualquer tipo de carne picada ou fazer potas salteadas para quem gosta de peixe. São 15 minutos de acção para duas pessoas.Entre as loiras de garrafa, prefere as nacionais ou as estrangeiras?Prefiro as nacionais por dois pontos. Por habituação e adaptação e por ser português. Tem o sonho de vir a ser pai?Gostava mais no intuito de ensinar aquilo que não tive oportunidade de aprender enquanto cresci e de melhorar a educação que possa não ter tido. Depois, é uma semente que se deixa para propagar a minha geração e o meu nome.Que figura pública mandava para uma ilha deserta?Ui, são tantos! O Sócrates, o Mário Soares. Também mandava um que não posso dizer, não tanto que governe mas que tem uma chefia. Acho que se iriam dar muito bem.O que gostava que Ourém tivesse?Já tem campo de futebol, tem jardins públicos, bares e discotecas não tem grande necessidade disso, shopping não precisa. Talvez falte uma festa mais tradicional que não existe, à semelhança de várias localidades da zona centro. Alguém devia começar a tradição.
Manuel Riba

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...