uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Obras no Miradouro da Penha e no Porto das Barcas devolvem o Tejo ao Tramagal

Obras no Miradouro da Penha e no Porto das Barcas devolvem o Tejo ao Tramagal

Empreitada, que inclui um caminho pedonal até ao rio, representa um investimento de 82 mil euros.

Edição de 21.03.2012 | Sociedade
“É um momento muito importante para a vila e freguesia. Hoje conseguimos devolver o rio Tejo aos tramagalenses e ganhamos um novo espaço de lazer”, disse Vitor Hugo Cardoso, presidente da Junta de Freguesia do Tramagal, no concelho de Abrantes, após a inauguração do novo Miradouro da Penha e Porto das Barcas. Na tarde de sábado, 17 de Março, cinco dezenas de populares juntaram-se no Miradouro da Penha, que pode ser visto por quem entra no Tramagal, pelo lado nascente. É ali que está o imponente monumento, da autoria do arquitecto Keill Amaral, erguido em homenagem ao comendador Eduardo Duarte Ferreira, pioneiro da indústria metalo-mecânica em Portugal e fundador da Metalúrgica Duarte Ferreira. Com o passar dos anos, o acesso ao rio foi ficando mais difícil devido à compra de terrenos por particulares mas a autarquia negociou parte de um caminho que, neste momento, é público. Um investimento que custou à autarquia cerca de 82 mil euros e que foi feito de modo a não retirar protagonismo ao monumento de Duarte Ferreira. No local foi ainda construído um novo acesso ao cruzeiro, uma obra que causou alguma celeuma na comunidade uma vez que foi construída sem acautelar as necessidades das pessoas com mobilidade reduzida. Algo que seria muito complicado de fazer, devido às condições e à própria inclinação do terreno, justifica a autarquia. A empreitada incluiu ainda o desbravamento de um caminho pedonal até ao requalificado Porto das Barcas, na margem do pio Tejo. Neste local, os visitantes podem fazer grelhados, merendar ou pescar. A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque (PS), disse que o Tejo é o pilar de um projecto que a autarquia está a levar adiante denominado “Rota do Tejo”, com o apoio da associação Tagus e que se vai estender às freguesias banhadas pelo rio, integrando-se com outros concelhos. A autarca explicou aos presentes que o cerne da sua actuação política é a devolução do rio às pessoas para que também possa estimular a actividade económica e turística. “Queremos criar um percurso que possa ser feito a pé ou de bicicleta possibilitando que a comunidade possa usufruir deste espaço e, por outro lado, captar a atenção dos turistas para que venham a conhecer a nossa fauna, flora, arquitectura e história”, disse.Na cerimónia de inauguração, Vitor Hugo Cardoso agradeceu às famílias de Luis Fernando Bairrão e Eduardo Duarte Ferreira o contributo que têm dado para o desenvolvimento da freguesia. Das mãos da presidente da autarquia, os representantes dessas famílias receberam um ramo de flores, após o que se seguiu o passeio até ao rio.
Obras no Miradouro da Penha e no Porto das Barcas devolvem o Tejo ao Tramagal

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...