uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Funcionários da câmara de Benavente e da Águas do Ribatejo impedidos de trabalhar no dia da greve geral

Edição de 28.03.2012 | O Mirante dos Leitores
Em nome da liberdade e do Estado de Direito é bom que o senhor Presidente da Câmara de Benavente tenha feito queixa às autoridades dos actos relatados na notícia. A utilização de uma máquina para bloquear a entrada nos estaleiros municipais e a carrada de areia descarregada à porta da ETAR são dois actos criminosos, para além de terem como claro objectivo o cerceamento de direitos dos trabalhadores que entenderam não aderir à greve da CGTP. Os trabalhadores que fazem greve e que tanto se indignam, com razão, com actos e atitudes que limitam os seus direitos, não podem fazer o mesmo. Mas esta história já é velha. Lembro-me bem o que aconteceu a seguir ao 25 de Abril. A liberdade era só para quem concordasse com as ideias do Partido Comunista. Quem tivesse outras ideias não tinha direitos. Já agora uma pergunta. A câmara vai pagar o dia aos trabalhadores que foram trabalhar mas que ficaram impedidos de o fazer? E paga com o nosso dinheiro? Não deviam ser os autores do bloqueio das instalações a fazê-lo...ou o a CGTP? Ou mesmo o presidente da autarquia por não ter tomado a iniciativa de mandar retirar a máquina? E já agora, qual é a situação dos autarcas nestes dias? Estão abrangidos pelo pré-aviso de greve ou compete-lhes assegurar a normalidade? Se nos dias de greve todos se escudam na mesma para não fazerem cumprir a lei, o país está entregue aos “bichos” durante esse período? José Garcês

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...