uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
No fim da década de 90 o aterro sanitário da Concavada, em Abrantes, permitiu erradicar as lixeiras a céu aberto que existiam nesse concelho e em municípios vizinhos

No fim da década de 90 o aterro sanitário da Concavada, em Abrantes, permitiu erradicar as lixeiras a céu aberto que existiam nesse concelho e em municípios vizinhos

Edição de 28.03.2012 | Segundo Plano
No fim da década de 90 o aterro sanitário da Concavada, em Abrantes, permitiu erradicar as lixeiras a céu aberto que existiam nesse concelho e em municípios vizinhos. O equipamento, aqui visitado pela ministra do Ambiente Elisa Ferreira e pelo presidente da Câmara de Abrantes Nelson Carvalho, tinham um período estimado de vida de 15 anos, mas acabou por durar apenas 10 anos, devido a problemas com o tratamento de águas residuais. A célula do aterro onde eram depositados os resíduos foi requalificada ambientalmente para que o lixo seja reaproveitado para produzir energia eléctrica e térmica através dum sistema de captação, encaminhamento e queima de biogás.
No fim da década de 90 o aterro sanitário da Concavada, em Abrantes, permitiu erradicar as lixeiras a céu aberto que existiam nesse concelho e em municípios vizinhos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...