uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Espólio de Carlos de Oliveira doado ao Museu do Neo-Realismo

Edição de 28.03.2012 | Sociedade
O espólio do escritor neo-realista Carlos de Oliveira, foi doado pela sua viúva ao Museu do Neo-Realismo em Vila Franca de Xira. O acervo documental contém, além da produção literária do autor, a sua história pessoal, correspondência, fotografias, documentos impressos, artes plásticas, monografias e publicações periódicas do autor. Ao todo são perto de nove mil documentos. O valor estimado dos bens doados é de 123 mil euros.Nascido no Brasil em 1921 e falecido em Lisboa em 1981, Carlos de Oliveira lançou o seu primeiro livro de poemas em 1942, intitulado “Turismo”. A obra “Uma Abelha na Chuva” continua a ser considerada a sua maior obra e um dos expoentes máximos da literatura portuguesa do século XX. Em 1978 edita “Finisterra”, que foi a sua última obra. Poeta, romancista, cronista, crítico e tradutor, despertou para a escrita no seio da geração dos neo-realistas, em Coimbra, segundo se pode ler no site do museu na internet. Que acrescenta que a sua obra poética e ficcional centra-se na vida campestre. Carlos de Oliveira morreu, na sua casa em Lisboa, em 1 de Julho de 1981.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...