uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Almoster é bicampeão distrital de futebol do Inatel

Almoster somou mais uma vitória no campeonato distrital do Inatel de Santarém ao bater o Seiça por 4-3, num jogo que acabou com grande emoção

O Almoster sagrou-se dia 1 de Maio bicampeão distrital de futebol do Inatel e vai disputar a fase nacional da competição, que já venceu numa ocasião. A equipa do concelho de Santarém venceu o Seiça, do concelho de Ourém, por 4-3, num jogo que começou desequilibrado mas que acabou com grande emoção até ao apito final.

Edição de 02.05.2012 | Desporto
Os adeptos da equipa azul fizeram a festa mais uma vez na final disputada no Parque Desportivo de Marinhais, Salvaterra de Magos, onde apesar de mais distante, estarem em maioria as cores laranja e verde da torcida do Seiça.Pára-quedistas deixaram a bola do jogo no relvado para uma primeira parte de domínio total do Almoster, que aos seis minutos já vencia por 1-0 após cabeceamento de Dani. O mesmo jogador fez o 2-0 à meia-hora e tudo parecia bem encaminhado. Aos 58 do segundo tempo, Dani fez o hat-trick num falhanço de guarda-redes e defesas do Seiça, mas a vontade e esforço dos jogadores de Ourém animaram a partida. A experiente equipa do concelho de Santarém, que já foi campeã distrital e nacional do Inatel chegou a estar a vencer por 3-0 com um hat-trick do ponta de lança Dani que, aos 38 anos, continua a ser um perigo para as equipas adversárias. China abriu o marcador para a equipa laranja e Ângelo fez saltar o público das bancadas com o 2-3. Estava tudo em aberto e o Almoster passou um mau bocado com várias bolas bombeadas para a área a serem aliviadas com dificuldade. Valeu à equipa um contra-ataque de Dani que assistiu Jean para o 4-2.China voltou a dar ânimo ao jogo aos 85 minutos e o Seiça deu tudo para chegar ao empate, mas não conseguiu, com a desolação de uns e a alegria de outros após o apito final. Na cerimónia de relvado foram distribuídas medalhas por todos os participantes, por autarcas dos concelhos e freguesias das equipas e do campo anfitrião, bem como os troféus de disciplina e das classificações.Técnicos reagiram com desportivismoHá seis anos a dirigir o Almoster, Vítor Rodrigues conquistou o segundo título distrital para o clube, a par de um campeonato nacional com triunfo em Oeiras. A vitória ante o Seiça por 4-3 resultou, segundo o técnico, de alguma descontracção e desconcentração da sua equipa depois de chegar a 3-0 e ter caído no erro de fazer faltas perto da sua, onde o Seiça é forte.Quanto ao balanço da época, diz que é, para já, positivo. “Com trabalho e qualidade dos jogadores torna-se mais fácil fazer uma boa prestação. Na fase nacional vamos jogar jogo a jogo e tentar chegar novamente à final, este ano a realizar no estádio 1.º de Maio”, refere Vítor Rodrigues.Para o técnico, que trabalha por conta própria, a equipa reflecte a realidade do Inatel e daí não pretende sair desportivamente. “Não se paga aos jogadores mas temos despesas com transporte deles, com alimentação. São trabalhadores que, como o técnico, têm como hobby o futebol”, constata.Do lado do Seiça, Diamantino “Índio” Santos não escondia alguma tristeza e do plantel pela derrota, sabendo que o Almoster jogou melhor futebol. “Faltou experiência e presença nestas finais. Foi a nossa primeira vez e os jogadores estavam algo tímidos e nervosos, falhámos em momentos cruciais. O Almoster joga muito futebol, de bola no pé, enquanto o nosso jogo é mais directo”, analisava para O MIRANTE, reconhecendo que se podia ter tido uma pontinha de sorte na parte final da partida e chegar ao 4-4.Para o técnico todos estão de parabéns, pela união demonstraram que em representação da freguesia de Seiça e do concelho de Ourém. “O clube recebeu ainda o Troféu Disciplina do Inatel pelo segundo ano consecutivo, o que mostra que chegar longe desportivamente não impede que se tenha uma equipa disciplinada. Preferia o troféu da vitória mas este também é importante”, deixou “Índio” como mensagem.Dani marcou hat-trickAos 38 anos, Dani continua a ser uma flecha apontada às balizadas adversárias. O jogador tem já uma longa história no futebol do Inatel no distrito depois de passagens pelo Azambujeira e Benfica do Ribatejo. Conseguiu o primeiro título pelo Almoster. “É o oitavo título que consigo”, disse no final do jogo, de forma humilde.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...