uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Sequestro e assalto a comerciante coloca em risco vida de bebé

Sequestro e assalto a comerciante coloca em risco vida de bebé

Judiciária investiga caso com contornos estranhos em Póvoa de Santa Iria
Edição de 02.05.2012 | Sociedade
A Polícia Judiciária está a investigar o caso do comerciante que foi sequestrado com o seu filho ainda bebé ao colo na Póvoa de Santa Iria, concelho de Vila Franca de Xira. O empresário de 32 anos de idade chegava a casa quando foi abordado por três homens armados e encapuzados que o obrigaram a entrar numa carrinha com o filho. Horas mais tarde os homens foram à casa da vítima onde roubaram cerca de quatro mil euros em dinheiro e jóias. O caso assume contornos estranhos que estão a intrigar os investigadores e os vizinhos da vítima. As autoridades não descartam a hipótese de se ter tratado de um ajuste de contas e estão no terreno a ouvir testemunhas e a recolher indícios do crime que possam contribuir para um esclarecimento da situação. O estranho é que os assaltantes levaram o comerciante e o filho até à zona de Cruz de Pau, no Seixal. Local onde a vítima explora um café. As autoridades desconhecem porque é que os assaltantes abandonaram o homem e o filho nesta zona. Segundo fonte da PSP, o sequestro ocorreu no dia de 26 de Abril na rua Francisco Sá Carneiro. Os assaltantes ficaram com as chaves de casa do comerciantes e depois de o abandonarem em Cruz de Pau fizeram a viagem até Póvoa de Santa Iria para assaltarem a residência da vítima. Esta foi ao seu café buscar um revólver, apanhou um táxi para a Póvoa e quando chegou a casa ainda se deparou com um homem a fugir da habitação. O comerciante ainda tentou deter o assaltante disparando dois tiros.Os disparos, cerca das 5h00, causaram alarme na vizinhança que ligou para a PSP. A polícia deteve o comerciante por posse ilegal de arma e o filho foi entregue aos cuidados da mãe. Os agressores continuam a monte. A polícia refere que nestas situações se deve chamar sempre primeiro a PSP e nunca tentar enfrentar os assaltantes. “Este caso poderia ter tido um desfecho bem pior, resultando na morte da vítima, de um dos assaltantes ou até mesmo da criança”, refere a força policial. Quem vive naquela zona da Póvoa de Santa Iria garante que o local é pacato e a PSP confirma que não se têm registado actos violentos na zona.
Sequestro e assalto a comerciante coloca em risco vida de bebé

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...