uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Junta de Alverca sem mão nos feirantes ameaça acabar com mercado semanal

Junta de Alverca sem mão nos feirantes ameaça acabar com mercado semanal

Em Março um segurança foi agredido por um comerciante que queria vender sem licença

O mercado semanal de Alverca pode acabar se continuarem a registar-se desacatos e situações de ilegalidade, ameaça a junta de freguesia. Em Março um segurança foi agredido por um comerciante que queria vender no mercado sem licença.

Edição de 09.05.2012 | Sociedade
A Junta de Freguesia de Alverca não consegue exercer a sua autoridade no mercado semanal e não tem mão nos feirantes que chegam a envolver-se em desacatos. Agora foi ao ponto de ameaçar acabar com a feira. Um dos episódios mais recentes aconteceu em Março quando um segurança de uma empresa privada que estava ao serviço no local foi agredido por um comerciante que queria entrar no espaço do mercado para vender sem devida licença para o efeito. O segurança barrou-lhe a entrada e o feirante atingiu-o com um dos objectos que transportava.O presidente da Junta de Freguesia de Alverca, Afonso Costa (PS), diz que este foi um caso pontual mas o executivo já emitiu um comunicado repudiando “os incidentes ocorridos”.No mesmo comunicado Afonso Costa apela aos feirantes, bem como à associação representativa dos mesmos, para pôr fim às “situações de ilegalidade cada vez mais frequentes”.“Caso a situação de insegurança e falta de colaboração se mantenha e não haja da parte de todos os envolvidos no mercado semanal um esforço para manter a segurança no espaço a Junta de Freguesia de Alverca pondera proceder ao encerramento do mesmo”, avisa Afonso Costa no comunicado que foi distribuído a todos os feirantes à entrada do mercado e está afixado em alguns locais públicos.No mercado têm tentado entrar feirantes sem lugar reservado. Alguns comerciantes mudam de lugar sem autorização da autarquia e outros não pagam as mensalidades atempadamente e ocupam mais metros para além do espaço que negociaram. Isto acontece, admite Afonso Costa, porque há muito espaço livre. “Não queremos cordas esticadas a ocupar o local de passagem e bancas colocadas ao lado para ocupar mais espaço”, explica Afonso Costa a O MIRANTE.A redução do número de feirantes já obrigou a Junta de Freguesia de Alverca a proceder a um estudo para a reorganização do mercado, com o objectivo de rentabilizar o espaço e garantir maior segurança. No mercado estão actualmente licenciados 97 vendedores. Só no último ano abandonaram o espaço 15 feirantes.Afonso Costa garante que os preços dos terrados não aumentam há quatro anos. O mercado do levante de Alverca realiza-se todos os sábados junto ao campo da bola. No espaço vedado, com 9.200 metros quadrados de área, são vendidos artigos de vestuário, sapatos e bijutaria.
Junta de Alverca sem mão nos feirantes ameaça acabar com mercado semanal

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...