uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Medalha da cidade a Nelson Carvalho não é consensual em Abrantes

Medalha da cidade a Nelson Carvalho não é consensual em Abrantes

PSD dividido acerca da distinção ao ex-autarca socialista proposta pela câmara
Edição de 16.05.2012 | Política
A atribuição da Medalha de Honra da Cidade ao ex-presidente da Câmara de Abrantes, Nelson Carvalho (PS), não é consensual e reveste-se de contornos curiosos. Desde logo porque a votação no seio do executivo camarário não foi secreta, como é usual nesse tipo de situações, tendo os dois vereadores do PSD anunciado que se abstinham relativamente a esse nome. Depois porque o assunto não integrava a ordem de trabalhos dessa reunião de câmara, realizada a 16 de Abril, apanhando os vereadores da oposição desprevenidos. Com o líder da representação do PSD, Santana-Maia, ausente dessa reunião, os vereadores social-democratas optaram pela abstenção. E só na reunião de câmara seguinte, a 7 de Maio, já com Santana-Maia presente, os vereadores do PSD explicaram o seu sentido de voto contestando a atribuição do galardão ao ex-autarca socialista. Os vereadores do PSD consideram que “este tipo de medalhas está cada vez mais vocacionado para premiar a camaradagem e as cumplicidades políticas e pessoais do que para premiar o mérito”. E reconhecem que “estão praticamente isolados na sua discordância com a atribuição da medalha ao anterior presidente da câmara”, justificando que apenas não votaram contra “para evitar uma leitura estritamente pessoal do seu sentido de voto”.“No entanto, é óbvio que a atribuição da medalha ao anterior presidente da câmara não é defensável”, explicam, sublinhando que “é necessária uma grande cegueira para poder fazer uma avaliação positiva dos três últimos mandatos socialistas: em primeiro lugar, foram responsáveis pela desorganização urbanística da cidade, pela liquidação do centro histórico e pelo esvaziamento das freguesias; em segundo lugar, estão envolvidos em projectos ruinosos para o concelho e em processos e procedimentos que estão longe de estar esclarecidos”.Refira-se ainda que, pela votação secreta registada na sessão da Assembleia Municipal de Abrantes de final de Abril, que se pronunciou por esmagadora maioria a favor da medalha a Nelson Carvalho, depreende-se que pelo menos grande parte da bancada do PSD votou favoravelmente, numa posição dissonante com a vereação do seu partido. A lista de medalhadosRecorde-se que o executivo deliberou por unanimidade a atribuição de Medalha de Honra da Cidade, grau prata, aos Bombeiros Municipais de Abrantes e à Cidade de Parthenay e grau bronze dourado, a Luís Fernando de Almeida Velho Bairrão (a título póstumo), José Joaquim Brito Ribeiro Vasco (a título póstumo), Fernando Tavares Dias Simão e Joaquim Candeias Silva. A atribuição da medalha grau bronze dourado a Nelson Augusto Marques de Carvalho foi aprovada com os votos a favor dos vereadores eleitos pelo PS e pelo ICA e a abstenção dos vere adores eleitos pelo PSD. PSD já tinha proposto atribuir nome da rua a autarca socialistaNa última reunião do executivo do anterior mandato ocorreu um facto insólito e que voltou agora à baila na blogosfera abrantina. A 20 de Outubro de 2009, na sessão de despedida de Nelson Carvalho como presidente da Câmara de Abrantes, José Moreno Vaz, em nome dos vereadores do PSD, propôs que se aprovasse e oportunamente se atribuísse a uma artéria da cidade o nome de Nelson Carvalho, “cujo percurso como professor e político é sobejamente conhecido de todos os abrantinos”. E dizia mais: “Quatro anos de Assembleia Municipal e dezasseis como Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, fazem dele uma referência na história recente da nossa cidade”.O então presidente da câmara remeteu a proposta para apreciação em posterior reunião e o assunto caiu no esquecimento. Até agora.
Medalha da cidade a Nelson Carvalho não é consensual em Abrantes

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...