uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Explosivos apreendidos num armazém em Alverca punham em risco segurança das populações

Edição de 16.05.2012 | Sociedade
A PSP apreendeu cinco mil artigos pirotécnicos, num valor global de 5 mil euros, que estavam guardados num armazém em Alverca, concelho de Vila Franca de Xira, em condições que punham em risco a segurança. O proprietário do armazém, que há vários anos se dedica à venda deste tipo de materiais, foi surpreendido nas instalações pelos polícias do núcleo de armas e explosivos. Segundo a PSP o empresário já estava referenciado por noutras ocasiões não respeitar as condições mínimas de segurança no acondicionamento destes artigos, acrescentando que a situação constituía um risco para as populações. Entre os artigos apreendidos estão 1912 explosivos conhecidos como “pára-quedas”, 2982 fachos de mão, 485 potes de fumo, 12 foguetões lança cabos e dois sinais luminosos. O empresário incorre agora numa multa que pode ir dos 498 euros aos 4987 euros. A PSP garante que vai continuar a desenvolver a fiscalização a este tipo de actividade, quer no concelho de Vila Franca quer nos restantes concelhos do distrito de Lisboa, visando a prevenção e a diminuição dos riscos associados à actividade pirotécnica.A legislação estabelece regras apertadas para o acondicionamento de explosivos. Os proprietários têm que possuir um regulamento de segurança das instalações e dos funcionários e os artigos têm que estar armazenados em zonas espaçosas e arejadas, longe de fontes de ignição e com rotulagem clara em cada um dos artigos. Algumas destas normas não estavam a ser cumpridas no armazém onde os produtos foram apreendidos.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...