uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Terceira edição do Festival de Estátuas Vivas em contagem decrescente

Terceira edição do Festival de Estátuas Vivas em contagem decrescente

Evento decorre entre 14 e 16 de Setembro em Tomar, Dornes e Almourol
Edição de 23.05.2012 | Cultura e Lazer
O workshop “Queres ser uma estátua viva?”, ministrado no sábado, 12 de Maio, a um grupo de jovens, por António Santos “Staticman”, no Pavilhão Municipal Cidade de Tomar iniciou a contagem decrescente para o 3ª Festival de Estátuas Vivas de Tomar, a realizar nos dias 14,15 e 16 de Setembro. Este ano a aposta passa por descentralizar o festival de Tomar, colocando estátuas vivas junto ao Castelo de Almourol, em Vila Nova da Barquinha, e em Dornes, Ferreira do Zêzere. O tema central deste ano é a Idade Média / Os Templários e a opção foi colocar apenas uma estátua-viva por cena, num total de 27 estátuas. Este ano não há concerto de ópera, sendo a animação mais virada para criar a ambiência medieval, de modo a aumentar a interacção entre o público e as estátuas. “Quisemos apresentar uma região templária. Com o alargamento regional podemos aproveitar mais este evento, dando uma visão mais larga do património. Mais do que Tomar, terra templária, há uma região templária por explorar”, disse Eduardo Mendes, coordenador. O Festival de Estátuas Vivas, integrado no Projecto Educativo “Máquina do Tempo”, é organizado por quatro parceiros: Câmara Municipal de Tomar, Escola E.B. 2,3 Nuno Álvares Pereira, Instituto Politécnico de Tomar e IGESPAR / Convento de Cristo. As entradas continuam a ser livres, uma vez que o festival conta com financiamento comunitário, que se estende até ao Festival de 2013. “Parece-me uma péssima ideia colocar entradas pagas no ano do auge da crise. O evento pode não se pagar a ele próprio mas traz sempre benefícios e retorno económico para toda a região”, sustenta Eduardo Mendes. No futuro, considera que, mesmo sem financiamento assegurado, o festival de estátuas tem condições para ser auto-suficiente, por exemplo, cobrando as entradas a preços simbólicos.
Terceira edição do Festival de Estátuas Vivas em contagem decrescente

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...