uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Bloco de Esquerda com equipa renovada na distrital de Santarém

Edição de 23.05.2012 | Política
A nova coordenadora distrital do Bloco de Esquerda tem como objectivo principal voltar a eleger um deputado pelo distrito de Santarém depois de ter perdido José Gusmão nas eleições legislativas de 2011. A estrutura, composta por 17 membros efectivos e por nove suplentes, que foi apresentada segunda-feira na sede de Santarém, aponta para outros objectivos. Combater a “ofensiva social, política e económica” protagonizada pelo actual Governo é um dos caminhos. A lista coordenadora é composta por 35 por cento de jovens e por 35 por cento de mulheres, e abrange 70 por cento dos concelhos da região, garante o BE. A lista é composta pelos seguintes nomes: Carlos Matias e Carla Oliveira (Entroncamento); Sara Cura e Patrícia Oliveira (Abrantes); Luís Gomes (Salvaterra de Magos); Vítor Franco, José Gusmão e Bruno Góis (Santarém); Lia Ribeiro (Torres Novas); Paulo Mendes (Tomar); Ana Rita Filipe (Alpiarça); Francisco Colaço (Cartaxo); Paulo Marques (Almeirim); Rodrigo Gonçalves e Carla Rodrigues (Rio Maior); Carlos Alberto Vieira (Alcanena). São suplentes Rafael Gomes (Coruche), Lina Duarte e Carlos Marecos (Santarém), Duarte Arsénio (Chamusca), Jorge Gonçalves (Tomar), Lúcia Mendes e Célia Barroca (Torres Novas), Manuel Lopes (Abrantes) e Pedro Oliveira (Salvaterra de Magos).A coordenadora bloquista quer ainda ganhar maior representatividade nas freguesias e municípios, ainda que esteja na expectativa da realidade autárquica que irá sair da aplicação da lei administrativa territorial, que pode fazer pender a balança para os “partidos do centrão” PSD e PS. O BE aposta em participar activamente nos grandes temas que afectam as populações como a luta pela manutenção de serviços públicos como a saúde, transportes e educação, ou em temas como o ambiente, o Tejo e os resíduos perigosos.Numa conferência de imprensa onde marcaram presença Luís Gomes (Salvaterra de Magos), Francisco Colaço (Cartaxo), Bruno Góis (Santarém) e Carla Rodrigues (Rio Maior), Luís Gomes destacou outras lutas importantes a travar. “Queremos que o nome de Santarém e da região descole do rótulo de periferia de Lisboa, promover trabalho junto das comissões de trabalhadores e dos sindicatos nos vários concelhos e na luta contra o desemprego. Queremos afirmar-nos contra o elitismo que significa ter estudantes mais jovens e carenciados obrigados a deixar os estudos por não conseguirem pagar as propinas”, exemplificou o bloquista de Salvaterra de Magos.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...