uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Luz fica mais cara 2,8% e gás 2,5% com a entrada em 2013

Edição de 02.01.2013 | Economia
A electricidade vai subir 2,8% e o gás vai aumentar 2,5% a partir de Janeiro, valor que será revisto trimestralmente até ao final de 2015, altura em que o mercado ficará totalmente liberalizado. O aumento de 2,8% nas tarifas de venda a clientes finais para 2013 é de 1,24 euros, para uma factura média mensal de 47 euros, abrangendo a maioria das famílias portuguesas, cerca de 5,6 milhões de consumidores. A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) deve anunciar, em Fevereiro, novas tarifas para o período entre 1 de Abril e 30 de Junho. Por seu lado, as tarifas transitórias do gás para os consumidores domésticos e pequenas empresas, com consumos até 10 mil metros cúbicos, que se encontram no mercado regulado, sofrem um acréscimo de 2,5% a partir de 1 de Janeiro de 2013.“Esta revisão reflecte a subida dos custos de aprovisionamento de gás natural e a análise das condições existentes no mercado liberalizado”, explicou em comunicado o regulador do mercado. A ERSE vai apresentar tarifas transitórias no gás e na electricidade de três em três meses até ao dia 31 de Dezembro de 2015, altura em que o mercado ficará totalmente liberalizado e em que os consumidores terão de escolher o seu fornecedor de energia.Os tarifários da ERSE servem de referência a todos os comercializadores do mercado liberalizado, onde se posicionam a EDP, Galp, Endesa, Gas Natural Fenosa e Iberdrola.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...