uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Carlos Carrão é a escolha do PSD distrital e nacional para a Câmara de Tomar

Decisão da concelhia nabantina não foi tida em conta
Edição de 09.01.2013 | Política
O actual presidente da Câmara de Tomar, Carlos Carrão, vai ser escolhido pelas estruturas distrital e nacional do PSD para ser candidato à liderança do município nas autárquicas do próximo Outono, não surtindo efeito a decisão do PSD de Tomar que na semana passada tinha indicado o nome de António Lourenço dos Santos como preferido para esse combate político.A decisão da concelhia do PSD de Tomar foi considerada pelas cúpulas distrital e nacional uma afronta à directiva nacional do partido que estabeleceu que os presidentes de câmara em exercício devem recandidatar-se desde que reúnam condições para tal. Em reunião realizada a meio da semana passada em Lisboa, alguns dirigentes nacionais do partido (como Jorge Moreira da Silva e Matos Rosa) recordaram isso mesmo de forma clara aos dirigentes da concelhia de Tomar, presidida por João Tenreiro. Nessa reunião estiveram ainda Carlos Carrão e elementos da distrital.O MIRANTE sabe que tanto a nacional como a distrital do partido consideram Carrão como um candidato ganhador e o melhor posicionado no partido para conquistar a câmara nabantina. “Para não se respeitar a deliberação de se indicar o presidente em funções teriam que existir razões muito ponderosas”, disse a O MIRANTE fonte da distrital de Santarém do PSD.A formalização da escolha está nas mãos da comissão política distrital de Santarém do PSD, que vai reunir na próxima segunda-feira, 14 de Janeiro, e quer tomar uma decisão definitiva sobre Tomar, com ou sem o acordo da concelhia nabantina, que estará a negociar a inclusão de alguns nomes da sua confiança na lista à câmara.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...