uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

O marco do correio

Todos os dias os ministros dizem ao povo Como é difícil governar. Sem os ministros O trigo cresceria para baixo em vez de crescer para cima.Bertolt Brecht, in “Dificuldade de Governar”

Edição de 16.01.2013 | Opinião
Eles levam-nos a confiança, prejudicam a democracia. Eles prometem uma coisa hoje e fazem o contrário amanhã. Não surpreende que sejam enxovalhados quando aparecem em público. Eles entram pelas portas do fundo. Péssimo sinal que se escondam. Que não se assumam como gente crescida.Eles levam-nos para a recessão, para o abismo. Caminhamos sem sabermos para onde vamos, e duvidamos que eles saibam. Caminhamos em longas filas, em silêncio, por enquanto... Encolhemos os ombros, porque eles nos dizem que não há alternativa. Sente-se a chantagem.Eles levam-nos o Estado social. Os hospitais estão em dificuldade, mas eles dizem que é possível fazer omeletes sem ovos…Muitos professores das escolas públicas estão em desespero, mas eles acham que é pieguice…Entretanto, o número de pedidos de aposentação está em crescendo. Será por masoquismo que as pessoas se contentam com reformas minguadas?Eles levam-nos as certezas de outrora. Eles desprezam contratos firmados. Eles levam-nos os subsídios estipulados por lei. As leis podem agora ser aplicadas retroactivamente?Eles levam os pensionistas a pagar mais impostos do que qualquer outro tipo de rendimento. Eles entendem que a redução da despesa pública tem de passar pelos mais desprotegidos, os que não têm voz. E dizem que o que fazem é com a consciência tranquila…Eles levam-nos a desacreditar de intenções a longo prazo. Quem concordou com o OE-2013 veio depois dizer que o OE-2014 não pode ser o mesmo. Jogo de palavras? Eles desculpam-se que estavam numa posição difícil, que não era responsável abrir uma crise política e…que não tinham peso eleitoral suficiente para fazer melhor na coligação. Quem garante que daqui a um ano têm?Eles levam o despautério ao ponto de afirmar que os portugueses esqueceram o mar, a agricultura e a indústria. Não é sério culpar os portugueses de se terem esquecido das pescas, da agricultura e das fábricas. Porque foram eles que levaram a esse esquecimento, desprotegendo o futuro. Foram eles que, a troco de uns euros, pagaram aos pescadores e aos lavradores para não pescarem nem lavrarem. Eles levam o ajustamento das contas públicas para além dos limites do memorando de entendimento. Serão eles mais troikistas do que a troika? Eles parecem ignorar que se as previsões falharem, como toda a gente diz que acontecerá, a troika poderá sempre dizer-lhes: Não tivessem apertado tanto o garrote!Eles levam tudo, eles levam a tudo…. Agora até levaram o marco do correio da zona de Lisboa onde habito. Felizmente, não podem levar os merlos do Largo do Leão.Eduardo Martinho

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...