uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Cartaxo vai ter espaço solidário no mercado com venda de roupas e brinquedos

Cartaxo vai ter espaço solidário no mercado com venda de roupas e brinquedos

Doação de artigos pode ser feita no núcleo da Cruz Vermelha ou nos serviços de acção social da Câmara Municipal do Cartaxo.

Edição de 16.01.2013 | Sociedade
O Cartaxo vai ter um espaço solidário no edifício do mercado (em frente ao lago dos patos) com venda de roupas, brinquedos, material didáctico e outros artigos para criança que poderão ser adquiridos a baixo custo com preços entre um e dez euros. Estarão também disponíveis pequenos electrodomésticos.O espaço, que entrará em funcionamento no espaço de um mês, estará aberto a toda a comunidade e o lucro reverterá para um fundo de emergência social que permitirá, por exemplo, que se ajudem famílias sem possibilidade de pagar a despesa da água ou da electricidade. O espaço solidário, pensado no âmbito da rede social do concelho, está a ser dinamizado pela Câmara Municipal do Cartaxo em colaboração com o núcleo da Cruz Vermelha Portuguesa. “Trata-se de fazer dinheiro a partir de coisas que estão atiradas para um canto respondendo assim às necessidades das pessoas que não se esgotam na alimentação e roupa. Se nos limitamos a dar uma camisola a pessoa deixa de ter frio mas continua a ter água fria em casa”, ilustra o director técnico da delegação da Cruz Vermelha do Cartaxo, Dário Costa.Os artigos que ali serão comercializados são donativos de populares que no acto da entrega podem receber um vale para fazer compras no espaço solidário. Quem assim entender poderá deixar apenas a dádiva sem receber nada em troca. As roupas e outros bens podem ser entregues no núcleo da Cruz Vermelha do Cartaxo ou nos serviços de acção social da Câmara Municipal do Cartaxo, na rua Mouzinho de Albuquerque, 7.As regras do espaço solidário são diferentes de muitas lojas sociais já que o objectivo é afastar estigmas. “Qualquer munícipe poderá entrar e comprar na loja. Cada um sabe de si. As pessoas não vão ser identificadas por ter mais ou menos carência”, sublinha a técnica de serviço social da Câmara Municipal do Cartaxo, Conceição Reis. Ao doar ou ao comprar bens está a ajudar podendo ao mesmo tempo ser cliente do espaço sem ser questionado. Todos os artigos em boas condições e até novos, oferecidos por empresas, são bem vindos ao projecto mas os artigos para crianças, sobretudo os equipamentos de primeira infância, como cadeiras, carrinhos e ovos, são os mais necessários. “São utilizados por menos tempo e têm um preço de mercado muito mais caro”, lembra Conceição Reis. A loja, propriedade da câmara, está ainda a ser alvo de obras de melhoramentos. O espaço vai promover o voluntariado na comunidade. Quem estiver disponível para fazer atendimento durante uma manhã, por exemplo, poderá levar alguns artigos em troca.Dário Costa alerta ainda para a necessidade dos comerciantes da cidade perceberem que este não é um espaço concorrente às lojas já que tem como objectivo último o apoio à obra social no concelho.
Cartaxo vai ter espaço solidário no mercado com venda de roupas e brinquedos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...