uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Benaventenses e Riomaiorenses venceram estafeta Alcanena - Rio Maior

Em veteranos a vitória foi para o Centro Cultural “ O Alvitejo” A

O Clube União Artístico Benaventense (CUAB) e o Clube Natação de Rio Maior (CNRM) e Ateneu Artístico Cartaxense foram os vencedores da vigésima sétima edição da estafeta Rio Maior - Alcanena, realizada na manhã de domingo, dia 27 de Janeiro. Os riomaiorenses dominaram em femininos e os benaventenses foram os mais fortes em masculinos.

Edição de 30.01.2013 | Desporto
No sector masculino, Oswald Freitas, do CNRM chegou ao final do primeiro percurso, instalado em Monsanto, com menos de um minuto de vantagem sobre o atleta Jorge Cosme da Casa do Benfica de Abrantes e Luís Pinto do CUAB. Vantagem que o CUAB apenas conseguiu anular no percurso que terminou em Fráguas, passando a equipa de Benavente para a frente da prova. No percurso seguinte, que terminava no Repolho, já foi o CUAB a dar espectáculo, colocando-se na liderança. Liderança que não mais foi colocada em causa. Depois deste percurso os restantes elementos de Benavente em prova só tinham de gerir a vantagem nos restantes percursos. Mas aumentaram ainda mais a diferença para as restantes equipas, que ultrapassou os três minutos no final.Os Benaventenses demoraram uma 1h53m22s a completar os 33 quilómetros contra a equipa do CN Rio Maior que mercê de uma boa gestão dos seus atletas atingiu o segundo lugar e que demorou um pouco mais de três minutos, ficando com a consolação do segundo lugar. O pódio completou-se com a Casa do Benfica de Abrantes, que terminou no terceiro lugar absoluto.A prova feminina, disputada apenas entre Alcanede e Alcanena, na distância de 17,6 quilómetros, resumiu-se ao duelo entre o CNRM e o Zona Alta de Torres Novas, com vantagem das atletas Riomaiorenses.As atletas de Torres Novas começaram forte e dominaram a prova até ao último percurso. As jovens atletas de Rio Maior nunca deixaram que o avanço se tornasse impossível de anular. Tinham para fazer o último percurso a marchadora olímpica Inês Henriques, que correspondeu em pleno e ultrapassou a última atleta do Zona Alta, gastando menos um minuto e 14 segundos do que Catarina Carvalho. A luta pelo terceiro lugar foi entre a Escola de Atletismo Rui Silva do Cartaxo e a Casa do Benfica de Abrantes, com a equipa do Cartaxo e conseguir impor-se à de Abrantes. Nos veteranos, que não se cansam de correr e mostrar aos mais jovens que é possível chegar a uma idade avançada fazendo uma vida saudável, venceu o Centro Cultural “O Alvitejo” A, seguido do CLAC - Clube de Lazer Aventura e Competição do Entroncamento e Casa do Povo de Alcanena. No final os dirigentes das equipas vencedoras estavam satisfeitos com as vitórias. E os organizadores mostravam a sua satisfação pelo elevado número de equipas em prova “29 equipas na 27ª edição da prova, é muito bom”, dizia o técnico Jorge Miguel.Assim em masculinos a equipa masculina do Clube União Artístico Benaventense, composta por Luís Pinto, Raul Caetano, Luís Lima, José da Luz, Nelson Noret e Joel Martins, foi a vencedora; 2ª Clube de Natação de Rio Maior; 3ª Casa do Benfica de Abrantes; 4º Escola de Atletismo Rui Silva e 5º União de Tomar.Em femininos, a vencedora foi o CNRM A, composta por Joana Costa, Mara Ribeiro, Rita Ribeiro, Salomé Santos, Marina Ferreira e Inês Henriques; 2ª U.D Zona Alta; 3ª Escola de Atletismo Rui Silva; 4ª CNRM B e 5ª CLAC Entroncamento. Em veteranos: 1º CCD “O Alvitejo” A, 2º CLAC Entroncamento, 3º Casa do Povo de Alcanena; 4º UD Zona Alta e 5ª União de Tomar.“Foi um treino bem apertado”A marchadora olímpica, Inês Henriques voltou a fazer parte da equipa do Clube de Natação de Rio Maior e foi decisiva para a vitória na prova. Garantiu no final que está sempre disposta a ajudar as suas companheiras mais jovens a ganharem experiência competitiva. “Estou aqui por gosto, ajudar estas jovens a vencer é entusiasmante”, garantiu.A preparar a nova época de marcha, Inês Henriques tinha feito na sexta-feira mais de 11 quilómetros, e veio a esta prova da estafeta para continuar o seu esforço. “Só não esperava era ter que fazer o último percurso tão apertada, tive que sofrer as jovens de Torres Novas fizeram uma bela prova e conseguiram sair à minha frente, foi bonito e bastante competitivo”, disse sorridente.“É lógico que amanhã estou um bocadinho empenada, mas ganhar é sempre importante”, disse Inês Henriques, acrescentando que se está a preparar para a primeira prova do circuito mundial de marcha que se disputa no México, no dia 23 de Fevereiro. “Quero fazer uma boa prova, porque quero continuar na Selecção Nacional para o Campeonato do Mundo”, disse.“Fizemos uma boa prova e vencemos”A equipa do CUAB de Benavente era o favorito à partida e confirmou-o à chegada. Joel Martins o atleta que fez o último percurso, garantiu que à saída de Benavente “até contávamos que fosse mais fácil, mas os jovens de Benavente também estiveram muito bem e dificultaram um pouco mais”O clube de Benavente está a lutar a nível nacional e Joel Martins garante que a época começou bem e que todos os atletas estão a trabalhar bem. “Tenho a certeza que da forma como estamos a trabalhar vamos conseguir uma grande época quer a nível individual, quer colectivo”, disse.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...