uma parceria com o Jornal Expresso
28/08/2016
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Assine o jornal
Novas regras para isenções de IMI
Edição de 06.03.2013 | O Mirante dos Leitores
Aqui deixo o meu desagrado por esta lei que tem por finalidade fazer engrossar o número daqueles que já pouco têm a perder, ou nada têm. Tenho uma habitação que construi com economias angariadas nas Ilhas Bermudas porque nem no meu país tive a felicidade de ganhar para uma habitação condigna. Logo que acabei de a construir fiquei isento por dez anos de IMI. Findos os 10 anos, pedi isenção por insuficiência económica, dado auferir um baixo salário (550 euros base) e ser aquele o único que entra em minha casa. Agora com as novas avaliações recebo uma carta registada informando-me que a minha benesse estava cancelada. Diz a carta a certa altura: “O valor do património excede a 10 vezes o valor anual do salário mínimo nacional mais elevado”. Assim fiquei sabendo que até no salário mínimo o país anda a duas velocidades. Só que é com um ordenado de 550 euros que, quando chegar a Abril, terei de pagar o IMI. Vou ter que tirar dele 220 para o efeito. Assim, com quanto fico para alimentar três pessoas, pagar água, luz e gás? Tenho uma filha na Universidade, é verdade que tem bolsa, mas a bolsa não chega para tudo. Quando era pequeno falavam-me da existência de um Deus, mas será verdade que ele existe mesmo? Toda esta vilania e ele tão calado?!! Ângelo Melo
Comentários
Mais Notícias
    A carregar...