Autárquicas 2013 | 02-10-2013 14:35

Grande vitória da CDU em Alpiarça e reforço do PSD deixam PS moribundo

Grande vitória da CDU em Alpiarça e reforço do PSD deixam PS moribundo
A candidatura independente de Francisco Cunha, apoiada pelo PSD, não beliscou a CDU que mantém a liderança da Câmara de Alpiarça com maioria absoluta. A vítima foi o PS que perdeu um dos dois vereadores que tinha na autarquia. A coligação do PCP e de Os Verdes até obteve um melhor resultado que em 2009, passando de 49,67% para 53,61%. Cunha que era um motivo de preocupação para os comunistas conseguiu ser eleito e o PSD volta estar representado no executivo ao fim de três décadas de jejum. Os primeiros resultados da noite eleitoral começaram a dar boas perspectivas aos comunistas reunidos na sede a acompanhar os números por um ecrã gigante. Na mesa de voto do Casalinho onde o PS costumava ter bons resultados a CDU lidera no número de votos. Com 2139 votos num concelho com 6520 eleitores e uma das mais baixas abstenções do distrito, com 61,20% de votantes, a CDU manteve os três eleitos e Mário Pereira vai para o segundo mandato à frente da autarquia. A CDU fez o pleno com maiorias absolutas também na assembleia municipal e na assembleia de freguesia. Na assembleia municipal reforçou a liderança com mais um deputado municipal passando agora a ter nove eleitos. O PS volta a ser o grande derrotado elegendo apenas três deputados municipais perdendo metade dos lugares, dos quais um foi para a CDU e dois para o PSD que passa de um eleito para três. O que se passou na votação para a assembleia municipal parece tirado a papel químico para a assembleia de freguesia. A CDU passa a ter mais um lugar atingindo os sete e sem ser beliscada pelas divergências que existiam entre a anterior presidente da mesma cor política, Joana Serrano. A nova presidente da junta será Fernanda Cardigo. O PS desce de seis para três e o PSD sobe de um para três. Num concelho muito politizado e que tem sido sobretudo cenário de lutas políticas entre CDU e PS, os socialistas confirmam a queda livre em que o partido tem mergulhado depois de Mário Pereira ter reconquistado para a CDU a câmara em 2009. Aplaudido por centenas de pessoas que se concentraram no largo do clube “Os Águias”, Mário Pereira destacou o que considerou uma “grande vitória” da CDU, prometendo trabalhar mais quatro anos em prol da população. O presidente saudou os dois vereadores eleitos da sua força política, mas também os da oposição, Pedro Gaspar (PS) e Francisco Cunha (PSD). O presidente, num discurso emotivo, tratou logo de avisar que os próximos tempos não serão fáceis prevendo mais cortes nas receitas das autarquias. “É preciso que haja uma perspectiva correcta de todos os alpiarcenses da situação em que nos encontramos e que toda a gente perceba que com a CDU o caminho será feito sustentadamente, com rigor, procurando recuperar o município e criar as condições para o desenvolvimento”. Mário Pereira, que vai ter como vereadores Carlos Jorge Pereira e João Pedro Arraiolos, prometeu que neste mandato vai haver mais proximidade com a população, com os trabalhadores do município e da junta de freguesia. E destacou que as maiorias absolutas conquistadas criam “uma grande responsabilidade”, salientando que vai fazer por ser merecedor da confiança que o povo depositou na CDU.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo